ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Sunday, December 6, 2015

THE SECRET OF MOY JO LEI OU FAMILY REVEALED (O segredo da Família Moy Jo Lei Ou revelado!)



(Reunião de tutores neste último Sábado no 
Núcleo Méier da MYVT sobre o próximo ano )
(Meeting of the tutors in this last Saturday in
MYVT Meier School over the next years demands)

Ainda posso lembrar da minha resistência em entender no início da minha prática do Ving Tsun, que a Família Kung Fu e o bom funcionamento do Mo Gun eram muito maiores do que a ponta do meu nariz e as minhas constantes reclamações da grande quantidade de tempo que gastávamos em reuniões e refeições quando poderíamos estar praticando.
Na primeira reunião que participei a convite de Si Fu por volta de 2003, fiquei atento e esperando uma brecha para dizer algo apenas porque ele havia me dito: "Agora, se você vai estar na reunião é importante participar." - Eu não falava nada hora, porque achava que não poderia competir com nada de bom com o quanto sabiam figuras como Si Suk Ursula Lima e André Cardoso , que estavam a frente da administração do Mo Gun junto com Si Fu. Ou muitas vezes ficava calado porque simplesmente não via nesses encontros nada que me melhorasse como "Lutador"...

I can still remember my resistence in understanding early in my practice of Ving Tsun, that for the proper functioning of the Kung Fu Family and of the Mo Gun , were much larger than the tip of my nose and my constant complaints of the large amount of time we spent in meetings and meals when we could be practicing.
At the first meeting I attended , was because of an Si Fu's invitation to me around 2003, I was alert and waiting for an opening to say something just because he told me: "Now, if you'll be at the meeting is important to participate." - I used to not speak , because I thought it could not compete with anything good to  figures such as Si Suk Ursula Lima and Andre Cardoso, who were in Mo Gun administration  along with Si Fu. Or often kept silent because I simply did not see anything that would improve me trough these meetings as a  "Fighter" ...
(Si Fu em reunião com Si Suk Ursula. 
Ela atuava na administração do Mo Gun.) 
(Si Fu during a meeting with Si Suk Ursula . 
She used to help him in his Mo Gun administration.)

Eu passei a participar das reuniões no início apenas porque gostava de ouvir Si Fu falar. Parecia que ele sempre tinha algo incrível a dizer. E existia também um sentimento de que o que ele dizia , parecia estar sendo direcionado apenas para mim. Como se ele soubesse o que estava se passando pela minha cabeça. Ainda que o assunto, nada tivesse a ver comigo.
Meu autor preferido, François Jullien, diz em sua obra "Figuras da Imanência"(Ed. 34 , 1997) que "... É diante de um pensamento exterior tanto a nossos hábitos conceptuais como a nossas opções metafísicas mais comuns, é necessária uma assimilação pela aquisição de um costume que ultrapasse a mera compreensão..."

I began to attend meetings at the beginning just because he liked to hear Si Fu talk. It seemed he always had something amazing to say. And there was also a feeling that what he said, seemed to be directed only to me. As if he knew what was going through my head. Although the matter had nothing to do with me.
My favorite author, François Jullien, says in his book "Figures of Immanence" (Ed. 34, 1997) that "... It is on an exterior thought both our conceptual habits as our most common metaphysical options, one is required assimilation by the acquisition of a custom that goes beyond the mere understanding ... "
(Reunião com Si Fu e membros do Clã Moy Yat Sang 
em um dos Mo Gun que nossa Família se estabeleceu.)
(Meeting with Clan members at one of our Family´s old schools)

E foi assim, acompanhando inúmeras reuniões com Si Fu, sobre qualquer tema que fosse, fui entendendo que apesar de não fazer parte de minha natureza originalmente e dos meus anseios como praticante, existiam questões muito importantes para a Família, para o Mo Gun e para todos. Que treinar mais ou menos nesses dias, não ajudaria muito.  Porque mais uma vez citando "Figuras da Imanência"(Ed. 34 ,1997) : "... É próprio de um pensamento preocupado com a transcendência procurar explorar o outro do outro (quer dizer, aquilo em que o outro é verdadeiramente outro e pode se constituir em exterioridade) . Em contraste com essa abertura para o além , é próprio de um pensamento da imanência procurar valorizar, e fazer operar, tudo o que existe de mesmo no outro e que permite sua correlação..."

And so, following numerous meetings with Si Fu, on any subject it was, I began to understand that although not part of my nature originally and my desires as a practitioner, there were very important issues for the Family, for the Mo Gun and all. To train more or less these days, would not help much. Because once again citing "Figures of Immanence" (Ed 34, 1997.): "... It is characteristic of a thought concerned with transcendence seek to exploit the other on the other (ie, that in which the other is truly another and may constitute externality). in contrast to this opening to the beyond, is itself a thought of immanence looking for value and do operate, all that is of the same in the other and allowing their correlation ... "
(O discípulo de Si Fu, assim como eu, André Almeida "Moy Mei Da", 
diretor adjunto do Núcleo Méier. Apresenta um novo projeto do Núcleo para os presentes.)
(The disciple of Si Fu, like me, André Almeida "Moy Mei Da"
associate director of the MYVT  Meier School. It features a new core design for gifts.)

Então a fim de deixar claro para as pessoas que compõem o grupo dos Si Hing e futuros tutores qualificados do Núcleo Méier o momento de transição do Mo Gun, de uma casa da Família Moy Jo Lei Ou para a casa da futura Família Moy Fat Lei, e dos ajustes e proposições a serem apresentadas ao Si Fu posteriormente, fizemos uma reunião em nosso Mo Gun no último Sábado.
Sentado ali, vendo o Mo Gun tão cheio de pessoas que poderiam estar fazendo qualquer outra coisa , incluindo reclamarem , mas que estavam ali, se doando por um propósito. Lamentei pelo tempo que perdi, mas também me regojizei por ter percebido a tempo, que na Família Kung Fu o todo vem antes do particular...

So in order to make clear to people that make up the group of Si Hing and future qualified tutors of MYVT Meier School this time of transition from a Mo Gun, of Moy Jo Lei Ou Family to the house of the future Family Moy Fat Lei and adjustments and proposals to be submitted to Si Fu subsequently held a meeting in our Mo Gun last Saturday.
Sitting there, watching the Mo Gun so full of people who could be doing anything else, but they were there donating themselves for a purpose.
So, I felt sorry for the time I lost complainning in the past, but I was also happy to have realized in time, that a Kung Fu Family is about everyone before someone.
(Se aquecendo, ao fundo, antes de uma partida 
de futebol com Si Fu usando a camisa 6)
(Warming up , in the background,before a 
football match with Si Fu who was wearing number six) 

Mas independente de nossas conjecturas e do que é preciso fazer para o Núcleo Méier seguir firme nessa nova etapa. Tentei deixar claro para todos o segredo de nossa Família Kung Fu: A relação Si Fu-To Dai.

But regardless of our assumptions and what needs to be done to Meier School keep firm and wild following this new stage. I tried to make clear to all , the secret of our Kung Fu Family: The Si Fu-To Dai relationship.

A disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

1 comment: