ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Wednesday, May 27, 2009

ETERNA POLÊMICA: VT,WC, WT, ETC ....ETC



ESTE NÃO É UM POST SOBRE NOMECLATURA APENAS.

A história que se conta, é que numa entrevista para um canal de televisão dos E.U.A. , ao ser perguntado o que havia treinado antes, Bruce Lee teria respondido: "Ving Tsun!" , perguntado como se escrevia tal nome estranho, Bruce Lee fez os ideogramas acima. Após isso, as matérias sobre Bruce Lee e a arte, tomaram "Wing Chun" como a transliteração oficial, já que para a língua inglesa então seria a que mais se assemelhava a pronúncia proferida por Lee.
(Bruce Lee em sua clássica "entrevista perdida" : "Be water my friend!")

LINK NO YOUTUBE:
http://www.youtube.com/watch?v=uXOtmhA6Nvw

A nossa arte então ficava mundialmente conhecida como Wing Chun com "W" e "C". Porém, próximo a inauguração da Associação Atlética em Hong Kong, Patriarca Ip Man,foi aconselhado por seu discípulo Moy Yat, a adotar a escrita com "V" e "T", já que devido a mania de se abreviar as palavras, Wing Chun abreviado, seria "WC", a mesma abreviação usada para "Water Closet" (banheiro).
(grão-Mestre Moy Yat [1º à esquerda] , em momento de "vida Kung Fu" com seu Si Fu
[ao centro])
(TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - ALL RIGHTS RESERVED)

Acima vemos a logo da Associação Atlética de Hong Kong, que usa Ving Tsun escrito com "V" e "T" até hoje.


Após o falecimento de seu Si Fu, grão-Mestre Moy Yat, que já tinha uma Família Kung Fu constituída em Hong Kong, rumou para os E.U.A..

Si Taai Gung , fez questão de assegurar que o Kung Fu transmitido por ele às próximas gerações, seria o mesmo que havia recebido de seu Si Fu.
Sem observações pessoais, ou interpretações que não correspondessem a arte em sua forma pura .
Si Taai Gung Moy Yat porém, não poderia assinar pelos ancestrais: "Yim Ving Tsun Kung Fu", "Leung Jaan Ving Tsun Kung Fu", ou mesmo por seu Si Fu, "Ip Man Ving Tsun Kung Fu". Assim sendo, estabeleceu-se "MOY YAT VING TSUN".
Isso queria dizer, que não era o "Ving Tsun de Moy Yat" (Se não teríamos Moy Yat´s Ving Tsun). Essa havia sido a forma que Si Taai Gung havia encontrado de dizer: "O Ving Tsun aprendido aqui será de forma pura e completa, e a minha 'assinatura' garante que será o mesmo aprendido pelas gerações anteriores."

O Ving Tsun porém cresceu por todas as partes do mundo com os discípulos do velho Patriarca para disseminar a arte.

Alguns voltaram a usar o "W" e "C" e outros criaram outras formas de escrita.
Algumas vezes essas práticas podem ser para facilitar a pronúncia ou para exatamente concluir que o Ving Tsun praticado por tal Família tem a escrita de tal forma, e que é um trabalho a parte.

Desde então, tem-se uma confusão muito grande de que "O Ving Tsun escrito assim não é o mesmo que Ving Tsun escrito assado".

Até aí tudo bem, afinal, o seu trabalho deve ser defendido, mas as pessoas se esquecem que só há uma forma de se escrever Ving Tsun:

Assim! Com os ideogramas!
Mas as pessoas esquecem.



Mais incrível ainda, não é o fato de haver "sub-divisões" utilizando-se da transliteração dos ideogramas acima, e sim, quando lemos ou ouvimos que "Ving Tsun não é Kung Fu!".

Infelizmente no ocidente, quando pensamos em "Kung Fu", nos vem a cabeça uma arte marcial como um todo. E que o diga nossos pais:

"Ah! Meu filho faz Kung Fu!"

Okay mãe, se a senhora "Se esforça no seu trabalho para se desenvolver" , a senhora também faz.

Ou que o diga meu falecido e querido avô que se foi dizendo:

"O Thiago faz Judo né?"

(Por não conseguir pronunciar Ving Tsun.)

Mas a diferença entre o raciocínio do meu avô e da minha mãe é bem diferente. Meu avô buscava o termo "Ving Tsun" para definir minha prática, mas minha mãe assim como minha sogra e todo mundo na verdade dizem : "Kung Fu!" se referindo a uma modalidade marcial.

(No antigo Núcleo Central da MYVT em Sto. Amaro-SP, Si Taai Gung demonstra Geuk Jong.)

Kung Fu como a maioria que lê o Blog sabe, tem tanto haver com artes marciais como com futebol.


("Trabalho com energia para se tornar um homem sábio" , é o que podemos também tirar quando juntamos : Kung,Lik e Fu (acima) que formam o termo : 'Kung Fu').


Qualquer atividade, não importa qual seja, pode formar um "Mestre de Kung Fu". Que o diga Zico!(rs)


Assim a polêmica que se cria, muitas vezes se dá por cairmos no senso comum. Quando paramos para estudar, seja por ideogramas ou pelo convívio com o Si Fu, observamos que muita coisa que pensamos e dizemos, vem de um senso comum ultrapassado, que deveria corresponder hoje apenas aos leigos(e olhe lá!).

Dessa forma se torna difícil um entendimento dentro da comunidade Ving Tsun, quando o que se discute não é o que mais importa.



PRÓXIMA ATRAÇÃO:
Amanhã no Blog do Pereira, não perca a tradução de uma das matérias feitas sobre Si taai Gung na revista americana "INSIDE KUNG FU".

Obrigado por visitarem o Blog!

Thiago Pereira
(moyfatlei.myvt@gmail.com)
12G VT




No comments:

Post a Comment