ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Wednesday, June 27, 2007

EPISÓDIO 3: "MAM"

É, depois de um longo..looongo tempo, estamos de volta com o Blog! E como não poderia deixar de ser, "Milhões" de acontecimentos marcantes aconteceram desde o último post. Como também não quero deixar nenhum deles de fora, vou postá-los mesmo que já tenham acontecido a um mês ou mais(como é o caso do Baai Si).
Queria dividi-los em 3 episódios em particular: "O Baai Si", "A Viagem a Petropolis" e o "MAM". E pra não perder mais tempo sem posts, começarei do Episódio 3, que diz respeito exatamente ao evento que aconteceu no Museu de Arte Moderna a algumas semanas atrás..
MAM:
Na nossa viagem a Petrópolis no início do mês de Junho, tinha ficado marcada uma demonstração das artes marciais que seriam representadas lá. Porém, devido a uma série de contra-tempos de horário, remarcamos para dali a 15 dias. E no Sábado dia 16, ficou marcado o nosso encontro seguinte para demonstrações.
Eu já estava dentro do grupo, assim como Mari Serpa e Carlos Antunes, além da noiva deste último, Luciana, que também esteve conosco em Petrópolis e nessa demonstração estaria presente mais uma vez. Mas acabamos tendo uma primeira baixa que foi a da Mari, por motivos pessoais. E sem acreditar, me dei conta de um compromisso meu para o mesmo dia, do qual não poderia me ausentar. Então constatei que também estaria de fora.
A essa altura, já tinha convidado Thiago Silva (Chi Yau Si) para fazer parte de nosso grupo, e no final das contas, de participantes diretos só tinhamos mesmo Silva e Antunes faltando apenas 72 horas para o evento. Iss claro, sem contar com Marcos Leiras, que além de participar da demonstração conosco na data marcada, era quem estava a frente de toda a organização.
Depois de algumas ligações e conversas entre nós três (Silva e Antunes) além de Neo (Si Ba), consegui me garantir novamente no grupo. E no Sábado bem cedo(dia do evento), após ter passado alguns e-mails de aviso seguindo o exemplo do Leiras na sexta a noite para toda a Família Kung Fu, encontrei-me com Soares(Fei Lap) no MoKwoon. Na verdade eu estava lá para acertar os últimos detalhes com quem fosse participar e partir dali mesmo, mas no tempo que eu e Soares ficamos sozinhos, que foi relativamente pouco. Foi bem mais recompensador do que tantos furos de planejamento durante a semana. Na verdade eu já tinha algo em mente para demonstrar naquela tarde. Coisas que eu havia planejado com Antunes ainda pensando que fosse em Petropolis, algumas semanas antes, mas quando Soares deu a idéia, de colocar aquilo tudo, numa ótica de mobilização, foi como se não houvessem mais mistérios. Tudo ficou claro para ser trabalhado naquele dia. A conexão da mobilização com o projeto do Marcos em Petropolis segundo próprio Soares, poderia ser um ponto chave no evento. Sendo assim, logo que Silva e Antunes chegaram, começamos a esquematizar a demonstração...
Antunes foi fazer sua sessão com Soares e Téo. Roberto que confirmou presença no grupo, estava com a Márcia cuidando do IMC. Enquanto isso, eu e Silva preparavamos um rascunho que depois foi apresentado aos demais que aprovaram fazendo pequenas observações para a melhoria do mesmo. Cris Chavez, que havia também confirmado presença naquela mesma manhã por telefone, chegou logo depois. E por volta de 12:30 pm estavamos de partida no carro do Antunes: Pereira, Roberto, Cris , o próprio Antunes, e o Silva.
A viagem não poderia ter sido mais interessante, pois eu iamos revisando todo a nossa estratégia para aquela tarde. Onde surgiram algumas colocações com grande nível de Kung Fu, como foi o caso de uma do Thiago Silva, que com certeza , mudou todo curso dos acontecimentos...

No MAM...
Nunca havia estado lá, e achei tudo muito bonito. Mas ao descermos do carro, quando todos estavamos mortos de fome, Antunes sempre atento reparou que faltavam apenas, dez minutos para as 14:00 hrs. Horário marcado para o evento. Poderia-se dizer que nosso timming foi preciso, se não estivessemos sem comer nada desde muito cedo. E contavamos com uma meia-hora de antecedencia para lancharmos nas redondezas do MAM.
Esse não havia sido o único erro na logistica até ali. Muitos outros haviam ocorrido, alguns marcando mais umas pessoas do que as outras. Mas eles estavam lá.
Decidimos então ir direto para o ponto de encontro, onde rapidamente avistamos Sensei Eduardo, de Naginata e Kenjutsu, da Escola Mugen-Ryu. Pra mim a visão soou peculiar quando bati com os olhos nele. Pois na noite anterior ao indagar ao Leiras se ele já estaria lá quando chegassemos, este respondeu:
"Não tenho erro, quando você chegar perto das pilastras principais, você já vai ver o Eduardo, aquele professor de Nagnata com o uniforme e a espada."
E realmente~! Não teve erro! Lá estavamos nós debaixo das tais pilastras que seguram uma grande marquise, e o Sensei Eduardo logo a frente, com uniforme já vestido e dando alguns leves golpes com a Boken no ar. "Mais preciso do que isso impossível" - pensei.
Após alguns atrasos para o início, finalmente começamos. Ficou acertado que o Ving Tsun abriria com uma demonstração , seguido pelo Sifu Marcos Becker demonstrando sistemas de Kung Fu "internos" com workshop e por ultimo, Sensei Eduardo demonstrando e trabalhando em workshop em seguida, a espada e nagnata samurai.
Por incrivel que pareça, eu não me sentia nervoso. Talvez tenha parecido, mas não me sentia. O que eu tinha em mente de verdade, era o fato de ter uma missão a cumprir. Para com o Sifu, o Sikung, o Mokwoon, meus irmãos Kung Fu ali presentes, emfim.. com todos!
De manhã quando Soares me emprestou sua camisa dourada, eu ensaiei um protesto , mas que foi logo inteligentemente cortado pelo próprio. Isso porque todos tinham se dedicado muito treinando internamente seus corações para essa demonstração. Tinha certeza absoluta que todos estavam ali pra dar 100%. E eu também deveria estar. E a camisa dourada dessa vez, me lembrava a todo o momento do meu papel ali. Não havia mais uma vez, ninguém para que eu pudesse ficar à sombra. Eramos apenas eu e os irmãos Kung-Fu, e como mais antigo, a "peteca não poderia cair" tão facilmente! E a camisa "disse" isso a mim algumas vezes naquela tarde.
As demonstrações após minha rápida introdução, começaram com o Siu Nim Tao executado pelo Carlos Antunes e Marcos Leiras, seguido de uma rápida passagem pelo Lap Sao, também trabalhado por eles.
Devo dizer que fiquei impressionado com o nivel de dedicação do Leiras. Ele não havia estado conosco em nenhum momento dos planejamentos para este momento, devido a ser o organizador do evento como um todo. Mas quando foi chamado, ali, sem saber exatamente o que iria fazer, não teve dúvidas em se apresentar com uma atitude de comprometimento que era aparente,pelo menos para mim.
Prosseguimos com Silva mobilizando Antunes no Luk Sao. Isso sim é algo que merece ser dito. O tema durante todo o tempo foi a mobilização. Tudo tinha como objetivo, ser complemento do estudo associado anterior aos olhos dos presentes, e nada era executado por executar. A mobilização deveria estar lá, dando sentido ao trabalho o tempo todo.
E para mim, foi muito legal ver as nossas idéias de horas antes, sendo colocadas em prática, por isso, pelo empenho dos meus amigos, deveria tentar corresponder da melhor forma possível, e foi o que tentei fazer...


(Silva mobiliza Antunes na pratica do LUK SAO sendo observado pelos demais praticantes ao fundo)

Logo depois, Roberto Viana tomou parte do trabalho, e esteve a frente na execução da forma Chum Kiu. Juntamente com Carlos Antunes e Silva.
Após esta prática, tivemos demonstração do Toi Mah , Siu Sao e Chi Gerk. A seguir, Cris esteve a frente num dos momentos mais emocionantes até ali, que foi a execução do Biu je.
Cris se perdeu no inicio e no meio do Biu je, porém era a referência para seus dois amigos atrás dele. Então foi muito legal observar Cris se recuperando levando as duas pessoas que o seguiam em consideração e Silva e Roberto (que eram aqueles que o seguiam) , se virando para que o buraco no timming não fosse tão perceptivel, e isso tudo durante a fervorosa execução desta forma!!!
Finalmente, tudo o que haviamos demonstrado e falado, faria um sentido maior, caso não o houvesse feito ainda, pois era a hora do MAI SAN JONG!
Convidei Antunes à frente mais uma vez, e após explanar um pouco sobre o assunto, fiz uma pequena demonstração, a qual foi a mais didática possível juntamente com ele, sobre o que viria a seguir...
Silva , mobilizado por Cris, se posicionou em Jong Sao. E quando o trabalho começou, os presentes pareciam bem interessados, da mesma forma que estiveram desde o inicio.

Um dos momentos mais marcantes sem dúvida foi quando Cris finalmente mobilizaria Roberto no Mai San Jong,onde eu atuaria mais uma vez como mobilizador indireto.
Ha muito, muito tempo atrás,ainda no antigo Núcleo Jacarepaguá, tive um irmão Kung Fu que me marcou muito pela amizade. Ele se chamava Alexander Gadelha, um grande cara. Assim como eu, Gadelha (como o chamavamos) e mais uma "meia-duzia de três" só gostavamos da parte pratica do Ving Tsun, onde nada mais nos interessava. O Sifu na época brincava dizendo que faziamos parte do "Gadelha´s Club" , que era quando o grupo coincidentemente se esbarrava todo numa mesma quarta a noite. Não me recordo se Cris pegou essa época, mas Roberto eu sei que não, mas pelo que eu lembro de mim e desses meus dois amigos, se estivessem presentes na época, com certeza ganhariam carteirinha vip no "Gadelha´s Club" ..rs Isso tudo,porque essa foto acima pra mim é muito significativa, pois mostra três caras(incluindo a mim), que não abriram mão daquilo que lhe chamou a atenção há tanto tempo atrás no sistema, mas que vêm dando uma chance a si mesmos para conhecerem tantos outros cenários que a Vida Kung-Fu nos revela a cada dia. E nessa foto fica claro pra mim, que seria totalmente cabivel um .. "Pereira´s Club", "Roberto´s club",etc.. num outro momento, mas ali em cima está claro que o "clube" maior vem sendo mais uma vez, o da Vida Kung-Fu. E é isso que vem fazendo a diferença para nós...













A seguir, tivemos uma pequena palestra e demonstrações de estilos internos do Kung Fu de Wu Dan(Pa Kua, Tai Chi e Xing Yi) por Sifu Marcos Becker seguidas também por uma pequena palestra de Sensei Eduardo sobre : Kenjutsu, Nagnata e Iai-Do, tendo ocorrido demosntrações dele e de seus alunos dessas três artes.
Uma leve chuva havia começado a cair, e decidimos por ir para debaixo da grande marquise do MAM para darmos inicio aos Workshops de cada Arte. Leiras sabiamente decidiu misturar todoso os praticantes, em artes diferentes das suas. Tanto é, que como vemos na foto, Silva e um aluno de Kenjutsu, praticam Tai Chi sob a orientação do Sifu Bekcer.No nosso grupo, trabalhamos : eu, Cris e Roberto como mobilizadores, e tivemos como convidados: Ives e Lourenço (ambos alunos de Kenjutsu) e Thiago Cianci (irmão mais novo de Carlos Antunes)Antunes e o Monge Leonardo(oitavo dan de Judo) , ficaram no treino de Nagnata com Sensei Eduardo.
Ao final quando já estava escuro,todos se despediram certos de que tinham participado de uma tarde única, ansiosos por uma próxima oportunidade de estarem treinando juntos outra vez.

Representando a Familia Kung Fu tivemos:
Moy Fat Lei
Moy Chi Yau Si
Cris Chaves
Marcos Leiras
Roberto Viana
Carlos Antunes
Agradecimentos especiais:
Sifu - pela oportunidade
Moy Fei Lap - pela sugestão de tema.
e todos os outros presentes no MoKwoon que nos desejaram "boa sorte!":
Moy Lin Mah
Moy Fei Na Tat
Marcia Velloso
Teonice Lira






























































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































No comments:

Post a Comment