ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Sunday, November 24, 2013

PEREIRA NO BALLET BOLSHOI! (PEREIRA AT BALLET BOLSHOI FROM RUSSIA!)

Dando uma pausa nas postagens sobre a viagem a São Paulo...
We will continue the Sao Paulo trip saga next post...
 Na tarde chuvosa deste Domingo, num ambiente que lembrava o filme TRON(foto),o que por si só já valeu meu dinheiro. Pude assistir a uma das apresentações mais bonitas que já vi até hoje: A do Ballet Bolshoi da Rússia!
Na verdade, Bolshoi é o nome da Companhia de Dança que conta com uma trupe de 250 pessoas! Uma das maiores do mundo!
Nunca tinha assistido a um espetáculo de Ballet desse porte, e o que vi, ficará marcado em minha memória para sempre...

In rainy afternoon this Sunday, in an environment who remembered me of the movie TRON (photo), which alone was worth my money. I could watch one of the most beautiful performances I've seen so far: The Bolshoi Ballet from Russia!
In fact, the Bolshoi is the name of the dance company that features a troupe of 250 people! One of the largest in the world!
I had never been to a show of this magnitude, and what I watched , will be marked in my memory forever ...

(Com 17 anos, refazendo uma cena de Fúria do Dragão com meu querido irmão KF e amigo pessoal Fernando Xavier no antigo Mo Gun de Jacarepaguá.)
(In this photo I was 17 years old. Me and my dear friend and Kung Fu brother Fernando Xavier, were playing a scene of "Fist of Fury" starring Bruce Lee, at Mo Gun... haha)

Junto de dois bons amigos que fiz no Mo Gun na década de 2000: Fernando Xavier e Chris Castro, fui assistir Spartacus do Ballet Bolshoi. No inicio da apresentação, você fica prestando atenção aos bailarinos torcendo para que eles não errem nem caiam. Com um olhar mais relaxado, comecei a reparar naqueles que perdiam o timming do restante durante uma coreografia, ou aqueles outros que queriam aparecer mais que os companheiros. Isso era ruim, pois acabava por faze-los destoar dos demais e ficar fora da coreografia do mesmo jeito.
Num país como o nosso que infelizmente é machista por natureza, sempre caçoam das roupas que bailarinos usam. Mas eu particularmente, que sempre fui fã dos atores em peças de teatro que são capazes de gravar longos textos de sua personagem, reparei que no ballet, a história é contada através do corpo. Não só dos movimentos. Por isso também, é importante que cada detalhe do corpo seja marcado para que consigamos nos envolver e entender o que se passa.
Muitas vezes, uma pisada mais forte no palco, um salto mais leve, tudo isso serve para contar a história...

Along with two good friends I made in Kung Fu Family in the 2000s : Fernando Xavier and Chris Castro , went to watch Spartacus by Bolshoi Ballet . At the beginning of the presentation , you are watching the dancers hoping they do not make mistakes or fall. With a more relaxed look , I started noticing those who lost their timing of rest during a choreography, or those others who wanted to appear more than companions . This was bad , because it would eventually make them clash with the others and get out of the choreography anyway.
In a country like ours that is unfortunately sexist by nature , always make fun of the clothes that dancers wear . But I personally , have always been a fan of the actors in plays that are able to record long texts for the character perfomance . So I noticed that in the ballet , the story is told through the body . Not only trough the movements. So too, it is important that every detail of the body is marked so that we can engage in and understand what 's going on .
Often a stronger trampled on stage , a lighter jump all of that serve to tell the story ...


(Eu, Chris e Xavier ao final do espetáculo)
(Me , Chris and Xavier at the end of the perfomance of Ballet Bolshoi)

Os cenários eram outro show a parte! Quando você se acostuma com o que está vendo, repara que um bom espetáculo de ballet, é apresentado em camadas. Os bailarinos de fundo, fazem parte de um cenário vivo, que move e carrega seu olhar até os bailarinos principais de frente de palco. Ao fundo cortinas de mais de 10 metros de altura, com pinturas lindíssimas numa espécie de 3D, faziam você pensar que eles estavam mesmo naqueles locais! Tudo mudava de uma forma tão sutil que você nem percebia...
E as luzes? Nossa! Uma maravilha! Fiquei pensando nos diretores e na capacidade de sincronia de luz e performance dos bailarinos junto do timming adequado para que a equipe de produção mudasse os cenários!

The scenarios were another show piece! When you get used to what you see, you notice that a good show of ballet is presented in layers. The dancers in the background are part of a live scenario, which moves and carries your eyes to the main front-stage dancers. There are some fabric in the background of more than 10 meters high, with beautiful paintings in a kind of 3D, that make you think They are  in those places for real! Everything changed in such a subtle way that you did not even realize ...
And the lights? Whoa! A Wonder! I was thinking of the directors and the ability to sync light and performance of the dancers with the appropriate timming, so  the production team can  change the scenarios!

Queria também destacar a música! Não consegui entender como maestro que lia a partitura, conseguia estar sincronizado com a performance e conduzir a orquestra que tocava ao vivo. E com relação aos bailarinos principais, simplesmente parecia que a gravidade não atuava sobre eles. Saltos , e passos como se estivessem flutuando por sobre o palco.
Eu consegui perceber alguns momentos onde os bailarinos erravam o timming, ou um passo aqui e acolá. Mas o ajuste era tão suave, que passava em branco. Ainda assim, senti que existia uma outra camada de realidade acontecendo no palco, que por não entender de ballet, não fui capaz de captar. Mas ainda assim, saí emocionado do local.

I would also highlight the music! Could not understand how the music conductor read the sheet , and could be synchronized with the performance and conduct band playing live. 
And about the main dancers, just seemed that gravity does not act on them. Heels, and steps as if they were floating over the stage.
I managed to catch some moments where the dancers roamed the timing, or a step here and there. But the setting was so soft that male it turn to nothing. Still, I felt that there was another layer of reality going on the stage, wich because I dont know ballet, I was not able to capture. But still, I left the place very touched!

 
THE DISCIPLE OF MASTER JULIO CAMACHO
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@Gmail.com

No comments:

Post a Comment