ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Thursday, August 20, 2009

MESTRE LEO IMAMURA PARTE 3 DE 3(MASTER LEO IMAMURA 3 OF 3)

(Si Taai Gung Moy Yat e discípulos em visita ao antigo Núcleo São Central em São Paulo).
(Si Taai Gung Moy Yat and his disciples at the old Central Branch in Sao Paulo City)

PARTE 3 DE 3 ENTREVISTA COM MESTRE LEO IMAMURA
ENTREVISTADOR: DR. STEVEN GOLD

(por telefone)

Chegamos a terceira parte da entrevista que serviu de base para a elaboração do Artigo na revista Wing Chun Legends que vamos acompanhar semana que vem aqui com Scans!

Leia agora a ultima parte!

PART 3 OF 3 INTERVIEW WITH MASTER LEO IMAMURA
INTERVIEWER: DR. STEVEN GOLD
(by phone)

We reached the third and also last part of the interview that formed the basis for the preparation of the release in the Wing Chun Legends Magazine that we will follow next week here with Scans!

Now read the last part!

Continuação da resposta de Mestre Leo Imamura...
Final part of the last answer of Si Gung...

"Sau" diz respeito a obedecer .Neste primeiro estágio, você deve aceitar o sistema.Esta não é a hora de pensar se o sistema está incompleto ou se existe algum erro em sua concepção.
"Pow" que significa partir em pedaços. Em outras palavras,analisar.Após aceitar o sistema você deve investigar o mesmo.Você deve estudar o sistema.Mas sempre depois de aceitar,não antes.
"Lei" quer dizer separar.Cada praticante tem o seu próprio modo de fazer as coisas,os movimentos.
Muitas pessoas me perguntam o motivo pelo qual o Ving Tsun é tão diferente de mestre para mestre.Minha resposta é que se um praticante é realmente um mestre na arte, ele se encontra no estágio "Lei".
Infelizmente, muitos destes mestres não permitem que seus pupilos sigam o mesmo caminho, impondo seu modo,que ele acredita ser o melhor.
Mas estes três estágios podem ser utilizados em qualquer arte marcial, porque a natureza do Ving Tsun pode ser adaptada em qualquer circusntância.
Ainda que muitos digam que o Ving Tsun teve sua origem em Shaolin(Siu Lam em cantonês),com uma tradição histórica de 1.500 anos, a sua codificação remonsta cerca de 250 anos, baseada no conceito de Sistema, em chinês, no dialeto cantonês chamamos de "Hai Tong".
Como um Sistema, é preciso aprender o Ving Tsun completo de Siu Nim Tau a Baat Jaam Do e não um grupo específico de técnicas, que , em chinês,no dialeto cantonês chamamos de "San Sau".
Porque numa luta real,nós não sabemos que tipo de movimento iremos utilizar.Assim, independentemente da técnica empregada,se esta for a opção mais simples, determinada por uma percepção extremamente refinada, a pessoa estará expressando a essência do Ving Tsun.
Acredito que toda Arte Marcial expressada em alto nível busca a Simplicidade.Não é uma questão de técnica,mas sim de percepção.
Considero um verdadeiro artista,aquela pessoa que enxerga algo que outros não enxergam,que pessoas comuns não vêem. Para o leigo uma luta é um caos, mas o artista marcial,por ter sua percepção refinada,aprecia o que os outros não.
Por isso acredito que os artistas marciais em geral podem usufruir de muito dos conceitos do Ving Tsun. Eles não precisam praticar formalmente Ving Tsun,apenas devem tomar conhecimento de seus conceitos.
Na verdade este tipo de conhecimento não pertence a mim,eu sou apenas o transmissor deste conhecimento.Infelizmente,muitos tem feito disto uma espécie de segredo.Contudo,acredito que isso não ajuda em nada as Artes Marciais.
Desafortunadamente,estas pessoas não compreenderam ainda a natureza das Artes Marciais, fixando-se na fase fisica da pratica.Ignoraram os estagios de aprendizado e não transcenderam a etapa técnica.
Principalmente,após a febre "Bruce Lee" muitos artistas marciais passaram a acreditar que a melhor forma de introduzir uma arte marcial era através do combate.Contudo,é muito importante apresentar o combate da forma correta ao praticante.Se isto ocorrer de forma prematura,ele não poderá expressar a si mesmo,mas somente tentar evitar que seja golpeado.
Artes Marciais tem haver com relaxar na crise.Por isso,o combate deve ser introduzido progressivamente até que o praticante possa expressar-se plenamente.
As artes marciais caracterizam-se pela ação fisica do corpo, caso contrario não faria diferença de um jogo de xadrez.Ambos trabalham o desenvolvimento de estratégias,ambos tem a guerra como plano de fundo,mas as Artes MArciais são expressadas em tempo real,através de técnicas corporais.
Ainda que as Artes Marciais sejam eminentemente uma expressão corporal,um praticante não necessita de lesar o outro para provar seu ponto-de-vista.em chinês,no dialeto cantonês, chamamos de "Duk Sau", quando um apresenta sua tese para outro de mesma Familia Kung Fu.Quando ocorre entre estilos diferentes chamamos de "Gong Sau".
Isto porque a tradição é apenas um legado deixado por nossos ancestrais em função da sua validade em determinado periodo.Cabe aos praticantes atuais provar se este conhecimento vale a pena ser mantido,porque ainda tem sua validade nos dias atuais.
Basicamente,tudo isto diz respeito ao Ving Tsun.
Como aprendi tudo isto.Aprendendo através do movimento.Como você percebe meu inglês não é dos melhores.fato que também acontecia com meu Mestre.Mas nós podemos nos comunicar pela linguagem do corpo.é um método muito interessante de aprender.
É como nas sociedades ditas primitivas onde a forma de manter um legado era através dos rituais.Estes rituais funcionavam como livros escritos em linguagem corporal.
O mesmo ocorre com as formas nas Artes Marciais, o que nós chamamos em chinês, no dialeto cantonês de "Kuen To".São dicionários que nos ajudam a compreender o vocabulário básico do Sistema Ving Tsun.


"Sau" refers to comply. In this first stage, you must accept the system.This is not the time to think if the system is incomplete or if there is any mistake in their design.
"Pow" which means "break into pieces". In other words, analyze.After accept the system you should investigate it.You should always study the system.But after accepting, not before.
"Lau" means "cut off". Each practitioner has their own way of doing things, movement.
Many people ask me why the Ving Tsun is so different from master to master.My answer is that if a practitioner is really a master, he is on stage "Lau".
Unfortunately, many of these teachers do not allow their pupils to follow the same path, imposing their own way, which he believes is the best.
But these three stages can be used in any martial art, because the nature of Ving Tsun can be adapted in any circusntance.
While many say that Ving Tsun was originated from Shaolin (Siu Lam in Cantonese), with a historical tradition of 1500 years, its codification comes about 250 years, based on the concept of system, in Chinese, the Cantonese dialect called "Hai Tong".
As a system, one must learn the full Ving Tsun:from Siu Nim Tau to the Baat Jaam Do, and not a specific group of techniques, in Chinese, the Cantonese dialect called "San Sau".
For a real fight, we do not know what kind of movement we gonna have to use.So, regardless of the technique, if this is the simplest option, determined by an extremely refined sense, the person is expressing the essence of Ving Tsun.
I believe that all martial art expressed a high level search to Simplicity.Not is a matter of technique, but of perception.
I think that a true artist,is the person who sees something that others can not see, that ordinary people do not see. To the ordinary people a fight is a chaos, but the martial artist, having refined his perception, appreciate what others do not.
So, I think the martial artists in general can enjoy many of the concepts of Ving Tsun. They do not need to formally practice Ving Tsun, just be aware of their concepts.
Actually this kind of knowledge does not belong to me, I'm just the transmitter of that.But many have made it a kind of secret.However, I believe it does not help the martial arts.
Unfortunately, these people did not understand even the nature of the martial arts, standing at the stage of physical practice. Dont care about the stages of learning and not transcended the technical phase.
Especially after the "Bruce Lee fever" many martial artists came to believe that the best way to introduce a martial art was through combat.However, it is very important to make the fight the right way to practitioner.If this occurs prematurely, he can not express himself, but only trying to avoid being struck.
Martial Arts has to do with relaxing in crises.Because of this, the fight must be introduced gradually until the practitioner can express themselves fully.
Martial arts are characterized by the action of the physical body.The practitioners work to develop strategies, both have the war as the background, but the martial arts are expressed in real time over of body techniques.
Although the martial arts are eminently an expression body, a practitioner need not undermine the other to prove their point of view.The Chinese, the Cantonese dialect, called "Duk Sau" when one presents his thesis for another of same Kung Fu Family .When occurs between different styles called "Gong Sau".
This is because the tradition is just a legacy left by our ancestors according to their validity in a given period.Its up to the current practitioners prove whether this knowledge is worth being maintained, because it still has validity today.
Basically, all this relates to the Ving Tsun.
As I learned everything through this learning movements.As you see my English is not the best fact that also happened with my Master.But we can communicate through language body.A very interesting method of learning.
As with the so-called primitive societies where the means of maintaining a legacy was through rituals.Those rituals functioned as books written in body language.
The same goes for the ways in martial arts, what we call in Chinese, the Cantonese dialect of "Kuen To." They are dictionaries that help us understand the basic vocabulary of the Ving Tsun System.

SG- Sr. Imamura fale um pouco do desenvolvimento de seu relacionamento com Grão-Mestre Moy Yat?

LI - Nos tempos antigos somente chineses eram permitidos ingressarem na Árvore Genealógica Oficial de uma Família Kung-Fu tradicional.Assim, alguns mestres chineses desejosos em aceitar discípulos estrangeiros passaram a adotá-los em suas Famílias, permitindo-os que usassem seus sobrenomes.
Como você sabe,descendo de japoneses e meu sobrenome de família é Imamura. Meus avós vieram do japão para o Brasil no começo do século 20.Desta maneira sou considerado "Lou Fan", ou seja, estrangeiro.Há outras formas de designações como,por exemplo, "Gwai Lou", que pode ser traduzido como "fantasma branco".
Mas quando fui admitido na Família Moy Yat,meu Si Fu adotou-me como seu próprio filho.
Nos meus primeiros anos nos EUA, eu não tinha lugar para ficar.Assim, meu Si Fu me levava para casa e tratava como um dos seus.Eu tinha o privilégio de abrir a geladeira e comer o que quisesse.Tudo isto era muito especial para mim.Percebi que a relação Mestre-Discipulo estava acima do preconceito e da rivalidade entre chineses e japoneses.

Assim, ao ingressar na Árvore Genealógica recebi seu sobrenome "Moy" e o nome "Yat Sang" que de acordo com meu Si Fu significa: "Aquele que o número 1 irá desenvolver para tornar-se alguém".
Como ele disse na ocasião, meus pais deram-me a vida, mas ele me ensinara a como defendê-la. Em outras palavras,Moy Yat ensinar-me-ia a desenvolver a vida que meus pais me deram, Este é o significado de meu nome "Moy Yat Sang".Na verdade, sinto muito orgulho dele.

SG-Mr. Imamura tell us about the development of your relationship with Grand Master Moy Yat.

LI - In ancient times only the Chinese were allowed to join the Tree of a Traditional Kung-Fu Family .So, some Chinese masters willing to accept foreign students come to adopt them in their families, allowing them to use their surnames.
As you know, my family name is Imamura. My grandparents came from Japan to Brazil in the early 20's.That way I'm considered "Lou Fan", wich means outsider.There is other designations such as "Gwai Lou," which translates as "white ghost".
But when I was admitted to the Moy Yat Family, my Si Fu has adopted me as his own son.
In my early years in United States, I had no place to stay.So my Si Fu took me home and treated as one of his.I had the privilege of opening the fridge and eat what I want to.Everything was very special for me.I realized the master-disciple relationship was above prejudice and rivalry between Chinese and Japanese.

So upon entering the Tree got his name "Moy" and the name "Yat Sang" which according to my Si Fu means "The one who the number 1 will develop to become somebody."
As he said at the time, my parents gave me life, but Si Fu Moy Yat taught me how to defend it. In other words, Moy Yat teach myself to develop the life that my parents gave me, This is the meaning of my name "Moy Yat Sang." Actually, I feel very proud of that.


END.

FIM.

E NÃO PERCA!
SEMANA QUE VEM A MATÉRIA COM SCANS DA REVISTA WING CHUN LEGENDS!!!

Next week!
(or even this week,if I dont have so much work..hehe)
The scans of the Article in Wing Chun Legends Magazine!

Thiago Pereira
moyfatlei.myvt@gmail.com
12G VT

No comments:

Post a Comment