ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Sunday, May 11, 2008

Xazz, all about Xazz...


NEW LEGENDS OF KUNG FU MASTERS:
Capítulo 3

O Mogun na Avenida Nelson Cardoso em Jacarepaguá, sempre foi muito movimentado. Devido ao ponto onde se localizava, ficava visível a uma quantidade absurda de ônibus inclusive inter municipais, e obviamente milhares de carros e pedestres. Devido a esta grande exposição, o Mogun sempre recebia interessados em saber mais sobre o trabalho realizado por nós, e durante algum tempo, um irmão kung fu e grande amigo meu, estava muito presente no Mogun, e recebia esses visitantes..
Esse amigo, é o irreverente Fernando Xavier, ou simplesmente Xavier como muitos o chamam. Ele que na época era morador de Madureira, e cruzava cerca de 5 bairros de bicicleta para chegar ao Mogun e para voltar pra casa depois,o que inclusive despertou espanto em Sibaakgung Micky Chan quando esteve no Rio em 2004,o qual escreveu um email dando congratulações pela determinação ao Xavier.
Numa tarde, cheguei com minha bicicleta no Mogun, e estava apenas Xavier presente, que já me recebeu com um sorriso dizendo:
“Cara, você perdeu... ”
Nos minutos seguintes, Xavier contou que um rapaz tocou a campanhia pois queria conhecer o Ving Tsun, pouco antes de eu chegar. Xavier conversou com ele, mostrou o video do Sigung que era exibido na época em VHS na Apresentação, e depois fez o que chamávamos mais pontualmente de Mogun Tour, que era um passeio com o visitante pelas dependências do Mogun, mostrando e comentando detalhes do que era visto. Xavier disse, que o rapaz tinha um comportamento estranho, olhando sério pra ele, com um ar meio sombrio, não sei.. E que quando ele foi mostrar um quadro pintado pelo Sitaigung que ficava na sala de treinos, notou que o rapaz havia parado de frente pra janela que dava pra rua, e olhava fixamente lá pra fora.. Xavier chegou perto e perguntou:
–Tá tudo bem?
–Tá vendo aquela árvore do outro lado da rua?
–perguntou o rapaz.
–Tô sim.
–Eu vou mexer as folhas dela daqui.
–.................................

shuuuuuuu
– um vento então bate e as folhas balançam. O homem então com ar de satisfeito olha pro Xavier com uma cara de Missão Cumprida, e a balança positivamente como quem diz:
“Agora sim, prossiga... ”

Obviamente o vento segundo o próprio Xavier, o vento nada teve haver com poderes telepáticos..













No comments:

Post a Comment