quarta-feira, 29 de junho de 2016

Art Collection about Ving Tsun

Era mais um dia tranquilo quando recebi um email do "Atelier Brasil Goulart" sobre uma nova coleção a respeito do Tao e do Ving Tsun (Ou Wing Chun). Em anexo no email, havia o portfólio desta coleção com algumas artes sensacionais, tendo estas duas manifestações da cultura clássica chinesa como tema.
A partir dali, aconteceu uma troca de emails , e finalmente foi agendada uma visita do artista Brasil Goulart (foto) ao Núcleo Méier. Na ocasião, acompanhado de sua esposa, o artista me presenteou com a incrível obra de arte personalizada com a "Mui Fa" ('Flor de Ameixa' usada como logo em nossa escola) intitulada "Butterfly Knives".

It was another quiet day when I received an email from "Atelier Brazil Goulart" on a new collection about the Tao and Ving Tsun (or Wing Chun). Attached to the email, was the portfolio of this collection with some sensational arts, having these two manifestations of classical Chinese culture as its theme.
From there, there was an exchange of emails, and was finally scheduled a visit of the artist Brazil Goulart (photo) to the Moy Yat Ving Tsun Meier School. On the occasion, accompanied by his wife, the artist presented me with the incredible personalized artwork with a "Mui Fa" ('Plum Blossom' used as a logo in our school) entitled "Butterfly Knives".

 (Nesta obra de arte de Brasil Goulart chamada ""Bastoneiro do Junco Vermelho"" , 
mostra uma pessoa com um Luk Dim Bun Gwaan)
(In this artwork by Brazil Goulart called "Red Junk Oarsman"
shows a person doing Luk Dim Bun Gwaan)

Brasil Goulart é uma pessoa muito cortês e simples e fala de arte com muito amor e sentimento. Sua tranquilidade e cortesia , nos fazem as vezes nos esquecermos que estamos diante de um artista capaz de trabalhos como este acima. 
Ele demonstra um grande carinho pela Cultura Chinesa, em especial pelo Ving Tsun...

Brazil Goulart is a very courteous and simple person and speaks of art with great love and feeling. His tranquility and courtesy, make us sometimes we forget that we are facing an artist able to do works like this one above.
He shows great affection for Chinese culture, especially the Ving Tsun ...
Aproveitei para apresentar o Mo Gun , seus objetos e o pensamento por detrás da organização ao artista e sua esposa. E fiz o meu melhor para falar do "Ving Tsun Kuen Kuit Suen Hak" . Projeto que traz o nome de Mestre Leonardo Mordente à frente , no qual a ideia é permitir que os descendentes da Linhagem Moy Yat tenham acesso a obra de arte de mesmo nome, feita pelo Patriarca desta Linhagem em diferentes fases. 
Sobre isso, ficou combinado entre o Clã Moy Jo Lei Ou e o artista uma apresentação sobre o Ving Tsun Kuen Kuit em Dezembro na cidade de Angra dos Reis durante um mês de exposição de suas obras.

I took the opportunity to present the Mo Gun, its objects and the thinking behind the organization to the artist and his wife. And I did my best to talk about the "Ving Tsun Kuen Kuit Suen Hak". Project that bears the name of Master Leonardo Mordente ahead, in which the idea is to allow the descendants of the Moy Yat Lineage to have access to the same name work of art, made by the Patriarch of this lineage at different stages.
On this, it was agreed between the Clan Moy Jo Lei Ou and the artist a presentation on the Ving Tsun Kuen Kuit in December in the city of Angra dos Reis for a month of exhibition of his works.
 Com perguntas elaboradas pela Discípula de Mestra Ursula Lima , Helena C Ribeiro, que é formada na Escola de Belas Artes. E outras que decidi fazer na hora. Uma entrevista foi realizada com o artista , que gentilmente respondeu perguntas sobre sua carreira e a decisão de fazer uma coleção sobre Ving Tsun e o Tao. 
Esta entrevista marcará também o retorno do programa "Cultura Kung Fu" no youtube em Agosto.

With questions drawn up by the Disciple of Master Ursula Lima, Helena C. Ribeiro, who graduated by School of Fine Arts. And others decided to do at the time. An interview was conducted with the artist, who kindly answered questions about his career and the decision to make a collection of Ving Tsun and Tao.
This interview will also mark the return of the "Kung Fu Culture" on YouTube in August.
Essa importante visita cria laços entre o Ving Tsun e outras manifestações artísticas. O que mostra mais uma vez, que os movimentos corporais de combate simbólicos trabalhados em nossa arte. São apenas o início para outras formas de se desenvolver como ser humano.

This important visit  creates links between Ving Tsun and other artistic manifestations. This shows once again that the body movements of symbolic combat worked in our art. They are only the beginning for other ways to develop as a human being.
Para contatar o Artista Brasil Goulart(foto), você pode "curtir"
a sua página no facebook clicando (AQUI)
Para visualizar e até mesmo adquirir obras da
 Coleção "O Tao e o Wing Chun" e outras tantas , clique (AQUI)
As obras também estarão a venda em breve no site everythingwingchun.com

To make contact with the artist Brasil Goulart (photo) you just have to "Like" his facebook page clicking (HERE)
And to see or even buy his masterpieces of the Collection "The Tao and the Wing Chun" click (HERE)
And soon, his artworks will be avaliable on everythingwingchun.com



The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@Gmail.com

segunda-feira, 20 de junho de 2016

THE MAN WHO CHANGED CHINA CINEMA USING WING CHUN(VING TSUN)

Xu Haofeng (foto) não é um rosto muito conhecido do grande público. Mas com apenas três filmes , sendo dois deles a respeito da arte do Ving Tsun, este incrível diretor e roteirista está causando uma transformação no cinema chinês tão grande , que só teremos a real dimensão daqui a uma ou duas décadas.

Xu Haofeng (photo) is not a familiar face to the general public. But with only three films, two of them about the art of Ving Tsun, this amazing director and screenwriter is causing a transformation in Chinese film industry in such a way  that we will only have the real dimension from here to one or two decades.

O HOMEM QUE ESTÁ MUDANDO O CINEMA CHINÊS COM O VING TSUN (WING CHUN)
THE MAN WHO IS CHANGING THE CHINESE
 CINEMA WITH VING TSUN(WING CHUN) MOVIES


By Thiago Pereira
Antes de falarmos de Xu Haofeng, vamos falar do homem que "Inventou os filmes de Kung fu": Lau Kar Leung(foto). Lau Kar Leung , é descendente da Família Lau, a qual tem em seu patriarca, Lau Jam, um discípulo de Lam Sai Wing , que por sua vez foi discípulo do lendário Wong Fei Hung. Esta é uma linhagem de Hung Ga tradicionalíssima. 
Lau Kar Leung, começou como consultor e dublê nos filmes em preto e branco de Wong Fei Hung. 

Before we talk about Xu Haofeng, let's talk about the man that "invented the kung fu films": Lau Kar Leung (photo). Lau Kar Leung, is a descendant of the family Lau, which has in its patriarch, Lau Jam, a disciple of Lam Sai Wing, which in turn was a disciple of the legendary Wong Fei Hung. This is a line of Hung Ga very traditional.
Lau Kar Leung, started as a consultant and stunt  in movies black and white of Wong Fei-hung.

Acontece que na época, os filmes não possuiam o conceito de "coreografia de luta". Geralmente os produtores contratavam um Si Fu que trazia seus discípulos e eles faziam o que podiam. Pois segundo o próprio Lau Kar Leung, muitas vezes eles eram avisados minutos antes de filmarem como seria a cena. E pessoas que mal sabiam artes marciais eram orientadas por ele para entrarem em cena em menos de uma hora.

It turns out that at the time, the chinese film industry lacked the concept of "fight choreography." Generally producers hired a Si Fu(Chinese for "Master") who would bring his disciples and they did what they could. Because according to Lau Kar Leung himself, often they were told minutes before filming how the scene would be. And people who barely knew martial arts were guided by him to come on the scene in less than an hour.
Finalmente, Lau kar Leung (foto) tem a ideia de introduzir as coreografias nos filmes de artes marciais chinesas, e uma revolução acontece: A partir de agora, as lutas eram coreografadas!

Finally, Lau Kar Leung (photo) has the idea of introducing the choreographies in the Chinese martial arts movies, and a revolution happens: From now on, the fights were choreographed!
O cinema de Hong Kong produzia como nunca, tendo na figura de Run Run Shaw(foto) e a Compania Shaw Brothers, uma fábrica de filmes, que produzia numa quantidade inacreditável! Porém, ninguém contava com Bruce Lee...

The Hong Kong film industry produced as ever, with the figure of Run Run Shaw(photo) and  Shaw Brothers, a film factory, which produced an amount unbelievable! But no one saw Bruce Lee coming ...
Bruce Lee (foto) introduziu no cinema chinês um conceito de lutas mais vívidas e realísticas. Fazendo o público realmente acreditar que os movimentos eram cabíveis no mundo real. Isso alterou toda a estrutura do cinema de Hong Kong, que quando perdeu Bruce precocemente, tentou a todo custo arrumar um substituto sem sucesso... E aí mais uma vez entra Lau Kar Leung com mais um conceito "game-changer" na indústria através de um clássico do cinema de Hong Kong: "The Spiritual Boxer (1975):

Bruce Lee (photo) introduced in the Chinese film industry a concept more vivid and realistic of fights. Making the public really believe that the movements were applicable in the real world. This changed the whole structure of Hong Kong cinema, when Bruce early passed away,they tried at all costs to get a replacement without success ... And then again enters Lau Kar Leung with a one more new "game-changer" concept in the industry through a classic Hong Kong cinema movie: "the Spiritual Boxer (1975):
"Spiritual Boxer" introduz o conceito de "comédia e filmes de Kung Fu" , que consagraria Jackie Chan e Yuen Woo Ping em menos de cinco anos com "Drunken Master" e Stephen Chow uma década depois.  Em "Spiritual Boxer", um jovem tranbiqueiro finge receber o espírito do Rei Macaco rendendo muitas cenas divertidas.

"Spiritual Boxer" introduces the concept of "comedy in kung fu films," which would enshrine Jackie Chan and Yuen Woo Ping in less than five years trough "Drunken Master" and Stephen Chow a decade later. In "Spiritual Boxer," a young thief pretends to receive the spirit of the Monkey King trough many fun scenes.
A obra-prima de Lau Kar Leung, desta vez na direção, viria através do clássico dos clássicos "Dirty Ho" (1979) numa colaboração com seu irmão Kung Fu Gordon Liu(A direita na foto). Este famoso ator por papéis como o monge San Te no filme "As 36 câmaras de Shaolin" e como Pai Mei em "Kill Bill vol 2" . Praticou Hung Ga sob a tutela do pai de Lau Kar Leung recebendo o "Nome Kung Fu" de Lau Kar Fai. Assista ao trailer deste clássico divertido (AQUI).

The masterpiece of Lau Kar Leung, this time in the direction, would come through the classic of classics "Dirty Ho" (1979) in collaboration with his  Kung Fu brother Gordon Liu (photo in the right). This famous actor for roles like the monk San Te in the film "The 36 chambers of Shaolin" and as Pai Mei in "Kill Bill Vol 2". He practiced Hung Ga under the tutelage of his Lau Kar Leung's father receiving the "Kung Fu Name" of Lau Kar Fai. Watch the trailer for this fun classic (HERE).

Então finalmente, décadas depois de Lau Kar Leung e Bruce Lee terem mudado o cinema na China. Surge Xu Haofeng(foto). Assim como Ang Lee , que era fã de romances de Wu Xia em sua juventude, e com isso apresentou ao mundo "O Tigre e o Dragão" (Crouching Tiger, Hidden Dragon,2000) . Xu Haofeng trouxe o conceito de implementar nos filmes de artes marciais, uma linguagem condizente com o que acontece de fato no "Mo Lam" (termo usado para os círculos marciais chineses).  
Acontece que por conta de uma linguagem rebuscada, a riqueza de seus diálogos fica muitas vezes inacessível para o grande público, que tende a preferir filmes como "O Grande Mestre" que prezam mais por coreografias.

Then finally, decades after Lau Kar Leung and Bruce Lee have changed the film industry in China. Enters Xu Haofeng (photo). As Ang Lee, who was a fan of Wu Xia novels in his youth, and  introduced the world to "Crouching Tiger, Hidden Dragon" (2000). Xu Haofeng brought the concept of implement in martial arts movies, a matching language with what actually happens in "Mo Lam" (term used for Chinese martial circles).
It turns out that because of a flowery language, the richness of the dialogue is often inaccessible to the general public, which tends to prefer films like "Ip Man franchise" who care more for choreographies.
Quando assisti "The Grandmasters"(2012) eu demorei a processar o que tinha acabado de presenciar: O melhor filme de Kung Fu que assisti na vida! Com diálogos impecáveis que poderiam ser entendidos em várias camadas (Incluindo as perdas do mandarim para os idiomas ocidentais), descobri mais tarde, que Wong Kar Wai, o incrível diretor e idealizador deste projeto, havia contratado Xu Haofeng para escrever o roteiro baseando-se na realidade dos Círculos Marciais Chineses...E o resultado foi sublime!

When I saw "The Grandmasters" (2012) it took me a time to process what had just watched: Best Kung Fu movie I watched in my life! With impeccable dialogues that could be understood in several layers (including losses from Mandarin to Western languages), I found out later that Wong Kar-wai, the amazing director and creator of this project, had hired Xu Haofeng to write the screenplay  based in fact of Chinese Martial circles ... And the result was sublime!
Xu Haofeng com isso pôde finalmente trazer a público, mais uma soberba produção com sua assinatura intitulada no Ocidente de "The Final Master" e na China de "O Si Fu" (trailer AQUI). Mais um filme sobre um Si Fu de Ving Tsun (Wing Chun), porém desta vez fictício, mas com um diferencial: O uso dos Baat Jaam Do do Ving Tsun.

Xu Haofeng could finally bring to the public,  another superb production with his signature in the West entitled as "The Final Master" and in China as "Si Fu" (trailer HERE). Another film on a Ving Tsun (Wing Chun) Si Fu, but this time a  fictional one , but with a twist: The use of Baat Jaam Do from Ving Tsun Style.
A história neste filme não importa. O estilo de Xu Haofeng é apenas criar um cenário qualquer para estabelecer relações interpessoais do Mo Lam num nível absurdo e desta vez ele também nos trouxe a novidade dos embates com lâminas. E preciso dizer que as coreografias estão tão, mais tão complexas e ao mesmo tempo palpáveis e poéticas. Que a próxima vez que você assistir ao duelo de "Baat Jaam Do" de Donnie Yen com seu rival em "O Grande Mestre 3"(Ip man 3), você sentirá vergonha alheia.

The story in this movie does not matter. Xu Haofeng style is just create a scenario to establish interpersonal relationships from Mo Lam trough an absurd level and this time he also brought us the news of duels with blades. And to say that the routines are so, so more complex and at the same time tangible and poetic. The next time you watch the duel of "Baat Jaam Do" by Donnie Yen with his rival in "Ip Man 3" , you will feel shame.
 Xu Haofeng(foto) está a frente de seu tempo assim como Lau Kar Leung e Bruce Lee estiveram. Porém, para este roteirista e diretor de outro planeta. O desafio será muito maior: Traduzir os pormenores de um sistema de relações tão complexo como o "Mo Lam" (Circulo Marcial Chinês) para o grande público. 
Por hora, posso apenas dizer que "The Final Master" é imperdível!

Xu Haofeng (photo) is ahead of his time as well as Lau Kar Leung and Bruce Lee were. But for this writer and director "from another planet". The challenge will be much higher: Translate the details of a so complex relations system as "Mo Lam" (Chinese Martial Asrts Circles) for the general public.
For now, I can only say that "The Final Master" is a must watch!




sábado, 18 de junho de 2016

WHY "CHI SAU"? (Por que "Chi Sau"?)

"...A Linha Central, na realidade é o conjunto de duas linhas perpendiculares , uma na vertical que divide o plano frontal do corpo ao meio e outro na horizontal que sai da altura do peito para a frente, indo até o alcance máximo do braço. Desta forma , temos mais do que apenas duas linhas, passamo a ter um plano e é justamente este plano que servirá de referência para todos os movimentos do praticante de Ving Tsun..." (Trecho do livro de autoria de Mestre Senior Julio Camacho , "Ving Tsun , A arte da simplicidade", 1999)
Vulgarmente conhecido como "Chi Sau", é o componente associado do Sistema Ving Tsun mais conhecido, e muitas vezes mal interpretado. Uma de suas funções é trazer à consciência do praticante, a possibilidade de ocupação do que chamamos de "Linha Central" . Conceito que meu Si Fu descreve em trecho do seu livro acima.

"... The Central Line, is actually a set of two perpendicular lines, one vertical that divides the frontal plane of the body in half and another horizontally out from chest height to the front, going up to the maximum range of arm. Thus, we have more than just two lines, we spend to have a plan and it is precisely this plan will serve as a reference for all movements of Ving Tsun practitioner ... "( Excerpt from the book by Senior Master Julio Camacho, "Ving Tsun, the art of simplicity"-Brazil, 1999)
Commonly known as "Chi Sau". It  is the associated component from the Ving Tsun System wich is best known and often misunderstood. One of its functions is to bring the practitioner awareness of the possibility of occupation of what we call "Centerline". Concept my Si Fu describes in his book excerpt above.
No filme de Wong Kar Wai , "The Grandmasters"(2012) [foto] , numa cena em que Ip Man(Tony Leung)enfrenta um Si Fu de "Hung Ga"[foto]. De forma muito especial , a personagem do Si Fu de Hung Ga comenta que o Ving Tsun de Ip Man é muito fraco pois só possui "Taan" , "Bong" e "Fuk". Três "Jiu Sik" presentes nas sequências : Siu Nim Tau , Cham Kiu e Biu Ji.
"Taan" , "Bong" e "Fuk" , são os dispositivos que configuram o "Chi Sau" do Ving Tsun.
"Taan Sau" e "Fuk Sau" dentro do "Chi Sau", correspondem ao que já aconteceu. Assim, quem forçar a entrada depois da mão conectada em um destes dois "Jiu SiK" provavelmente vai forçar o braço do adversário para fora da Linha Central, levando ele a fazer "Jaau Sau" ("Troca de porta") e ocupar o "Ponto de Referência" na volta.
Já a mão em "Bong Sau" ou "Fuk Sau alto", corresponde ao que ainda vai acontecer. Desta forma, a possibilidade de vencer na pré-figuração e depois "rolar" (Luk Sau) é maior. Pois o desavisado olha para o que já foi e não para o que está porvir.

In  Wong Kar-wai's "The Grandmasters" (2012) [photo], a scene where Ip Man (Tony Leung) faces a  "Hung Ga" Si Fu [photo]. In a very special way, the character of the Hung Ga Si Fu comments that the Ving Tsun of  Ip Man is too weak because it only has "Taan", "Bong" and "Fuk". Three "Jiu Sik" present in the sequences: Siu Nim Tau, Cham Kiu and Biu Ji.
"Taan", "Bong" and "Fuk" are devices that make up the "Chi Sau" from Ving Tsun.
"Taan Sau" and "Fuk Sau" in the "Chi Sau" correspond to what has happened. So who force entry after the connected hand in one of those two "Jiu SiK" will probably force the opponent's arm out of the Center Line, leading him to make "Jaau Sau" ( "Door Exchange") and take the " Reference point "in the back.
On the other hand "Bong Sau" or "High Fuk Sau" corresponds to what will still happen. Thus, the chance of winning in the pre-figuration and then "roll" (Luk Sau) is greater. For the unwary look at what once was and not for what is to come.

(A direita, Patriarca Moy Yat fazendo "Da Sau")
(In the right is Patriarch Moy Yat doing "Da Sau")

Já fazem quase 17 anos que pratico Chi Sau, e mesmo assim quando Si Fu me pede ajuda numa demonstração para algum irmão Kung fu. Muitas vezes é como se estivesse aprendendo naquele momento. Si Fu precisa ser paciente e dizer: "Fica parado Pereira..", "Não move ainda Pereira..", "Pereira, presta atenção..." , etc etc...
"Chi Sau" é um processo vivo, que graças ao contato prolongado com o braço do outro dentro de possibilidades limitadas ao longo do Siu Nim Tau, Cham Kiu e Biu Ji. Permite com que saibamos seu próximo movimento, se de fato prestarmos atenção nele.
Muito mais do que uma década atras, conheci meu Si Hing Leonardo ao fazer Chi Sau com ele. Em determinado momento, ele me disse tentando não errar meu nome: "... Thiago, você não precisa querer golpear. Se você ocupar a Linha Central , golpear é uma consequência..." - Infelizmente me faltava maturidade para entender sobre o que falava. E continuei forçando os golpes por muito tempo, até o dia em que Si Fu me disse: "...Sabia que ninguém gosta de praticar com você?"- Fiquei em silêncio e ele prosseguiu: "...Você quer bater em todo mundo..."

It's been almost 17 years practicing Chi Sau, yet when Si Fu asks me for help in a demonstration for a  Kung fu brother. Often it's like I was learning at that moment for the very first time: Si Fu need to be patient and say, "Stand still Pereira .." "Not yet Pereira ..", "Pereira, watch ..." etc etc ...
"Chi Sau" is a living process, thanks to prolonged contact with the other person´s arm within limited possibilities along the Siu Nim Tau, Cham Kiu and Biu Ji. It allows to us to know his next move, if indeed pay attention to him.
Much more than a decade ago, I met my Si Hing Leonardo for the first time  doing Chi Sau with him. At one point, he told me something, trying not to miss my name: "... Thiago, you do not have to desire to hit the other person. If you take the CenterLine, to hit is a consequence ..." - Unfortunately I lacked the maturity to understand what he spoke. And I kept forcing, until the day that Si Fu said, "... Do you know that no one likes to practice with you?" - I was silent and he continued: "... You just want to hit everyone..."
(Si Fu e Si Gung: Observe o "Taan" , "Bong" e "Fuk Sau" 
presente em toda a configuração do "Chi Sau")
(Si Fu e Si Gung: Look the "Taan", "Bong" and "Fuk Sau" 
present in the whole configuration of the Chi Sau)

O Chi Sau, é o "jogo de xadrez" mais fantástico que existe: Eu posso armar uma configuração para meu adversário enquanto rolo ("Luk Sau") e movemos a base (Toei Ma) de forma a aparentar uma vantagem e que de fato, ele acaba acreditando nisso. O que acontece, é que é a mim que ele serve, e não a ele(assim, a posição oferecida consegue enganá-lo). Pois ele deseja , algo que vem a meu favor.

Chi Sau is the  more fantastic "chess game" that exists: I can set up a configuration for my opponent as roll ("Luk Sau") and move the base (Toei Ma) to appear an advantage and that in fact he ends up believing it. What happens is that it is to me that it serves, not to him (thus the position offered can fool you). As he wants, something that comes in my favor.
Meu To Dai Pedro Freire (que na foto acima tinha apenas 13 anos em seu primeiro mês de prática 5 anos atrás), sabendo que gosto do sinólogo François Jullien, me enviou um artigo no qual ele fala sobre um conceito muito interessante que já tinha ouvido de Si Gung: "Transformação Silenciosa" com relação ao cenário atual da China: "...A China, ainda hoje, não me parece estar projetando um plano sobre o devir, perseguindo um fim dado ou divisado, mesmo imperialista, mas sim parece estar explorando da melhor maneira possível, dia após dia, seu potencial de situação. Quer dizer, tirar partido dos fatores favoráveis, seja no domínio econômico, no político, no internacional, e em qualquer ocasião. É apenas agora que começamos, um tanto estupefatos, a constatar os resultados: em alguns decênios, ela converteu-se na usina do mundo e nos próximos anos seu potencial crescerá inelutavelmente. E isso sem um grande evento ou ruptura..." (Artigo: Mal-estar na Cultura/Novembro de 2010)

My To Dai Pedro Freire (in the photo above was only 13 years old , and was his first month of practice five years ago), knowing that I like the Sinologist François Jullien, he sent me an article in which he talks about a very interesting concept that had already heard from Si Gung: "Silent Transformation" about the current situation of China: "... China, today, does not seem to be designing a plan on becoming, chasing an end data or sighted, even imperialistic, but it seems be exploring the best possible way, day after day, its potential situation. I mean, take advantage of favorable factors, whether in the economic field, political, international, and at any time. it is only now that we begin, somewhat stupefied to see the results: in a few decades, it became the world's plant and its potential in the coming years will grow inevitably and this without a big event or break ... "(Article:. Malaise in Culture / November 2010)
Chi Sau (que na foto acima vemos Si Gung Leo Imamura e Si Taai Gung Moy Yat fazendo). É uma ferramenta incrível para trabalhar a transformação silenciosa. Digo isso, porque quem nunca, ao fazer Chi Sau com seu Si Fu, abriu um sorriso ao constatar como inexplicavelmente sua Linha Central está aberta e você parece um boneco em suas mãos?
No Capítulo 5 de "Sun Zi" (ou Sun Tzu) encontramos o trecho:  " ...A capacidade de por em movimento o adversário , para manipulá-lo , consiste em conferir à situação uma "configuração" tal que o inimigo seja depois obrigado a segui-la. Para que ele siga, é preciso que veja de fato nisso uma vantagem, e é esta vantagem que lhe armo, aparentemente em meu detrenimento, mas o que conta, em realidade, é que ele segue, tornando-se dependente..."

Chi Sau (in the picture above we see Si Gung Leo Imamura and Si Taai Gung Moy Yat doing.) It's an amazing tool to work the silent transformation. I say this because who ever, when doing Chi Sau with his Si Fu, grinned at see how inexplicably our Center Line is open and you look like a puppet in his hands?
In Chapter 5 of "Sun Zi" (or Sun Tzu) we find the passage: "... The ability to set  the opponentin motion, to manipulate him, is to give the situation a" Configuration "such that the enemy is after obliged to follow it. for him to follow, he needs to see in fact it as an advantage, and it is this advantage that whe made for him, apparently trough our loss, but what counts, in fact, it is that he follows, becoming dependent..."
Veja como nesse Chi Sau em 2007 com o Si Hing de meu Si Gung, Si Baak Gung Pete Pajil. Eu estou com cara de bobo. Isso não é a toa! Si Baak Gung se antecipava aos meus movimentos , me fazendo sempre segui-lo. Na verdade, eu estava tão atrás dele, que posso dizer que ele diminuía para que eu o alcançasse só para perdê-lo de vista novamente...

See how in that Chi Sau in 2007(photo above) with the Si Hing of my Si Gung, Si Baak Gung Pete Pajil. I have a silly face(lol). It is no wonder! Si Baak Gung anticipated my movements, making me always follow him. In fact, I was so behind him, I can say that he diminished for me to reach only to lose sight of him again ...
(Si Fu, Si Gung e eu inaugurando meu "Jiu Paai")
(Si Fu, Si Gung and I openning my "Jiu Paai")

Quando comecei no Ving Tsun, tomei contato com uma entrevista que Si Gung concedeu ao canal de TV CNT. No final da entrevista, o repórter insistia em perguntar qual técnica usar durante uma abordagem. Si Gung finalmente disse algo como: "Sabe qual é a melhor forma de se derrotar um inimigo?" - O repórter aguardou a conclusão. Si gung prosseguiu: "... Transformando ele em seu amigo..."
Chi Sau tem bastante disso: Transformar o adversário a sua frente em um "amigo" ... Ou quem sabe um "colaborador"... De tal maneira , a que se chegue ao ponto dele te entregar a vitória...

When I started in Ving Tsun, I watched an interview that Si Gung granted to the CNT TV channel. At the end of the interview, the reporter kept asking what technique to use during an approach. Si Gung finally said something like, "You know what is the best way to defeat an enemy?" - The reporter waited for completion. Si Gung continued, "... Become friend with him ..."
Chi Sau has enough of that: Transforming the opponent in front of you a "friend" ... Or maybe a "collaborator" ... In such a way, that he gets to the point of  give to you the victory ...


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com





sexta-feira, 3 de junho de 2016

(The Return of the Si Hing) O retorno do Si Hing

Sem "Testemunhas Honoráveis" , apenas as testemunhas que lá quiseram ou puderam estar para lhe prestigiar . Como esposa e filho, Tios Kung Fu, irmãos Kung Fu e sobrinhos Kung Fu.  Sem um "Gaai Siu Yan" (Apresentador Formal), porque com sua história, você não precisava ser mais apresentado.  Nenhum "procedimento oficial", apenas sutis formalidades de uma Cerimônia como esta.
Dentro do Clã Moy Jo Lei Ou, do Grande Clã Moy Yat Sang e da Linhagem Moy Yat... Seja a camada que for desta grande Família. Neste exato momento tem alguém com dúvidas sobre "continuar ou afastar"... Neste momento, existe alguém com questões com a Família Kung Fu ou consigo mesmo que a impedem de estar em paz. Neste momento também existem pessoas afastadas querendo voltar sem saber como... Pessoas afastadas que não se resolveram para pensar em um retorno... E , enquanto você falava Si hing, apenas lamentei todas estas pessoas espalhadas por tantos lugares que não sabemos, inclusive bem próximas a nós, mas escondidas em suas questões. Não ouvirem o relato de alguém que retornou ao "Mo Lam" de forma tão incrível como o herói que aparece na última hora...

No "Honorable Attestants", only the eyewitnesses that there were there or could be there to honor you. As your wife and son, Uncles Kung Fu, Kung Fu brothers and nephews Kung Fu. Without a "Gaai Siu Yan" (Formal Introducer), because with your story, you need not be presented. No "official proceeding", only subtle formalities of a ceremony like this.
Within the Clan Moy Jo Lei Ou, Grand Moy Yat Sang Clan and Lineage Moy Yat ... Be the layer that is in this big family. Right now is someone with questions about "go or not go away" ... At this time, there is someone with issues with the Kung Fu Family or can even prevent him from being at peace. At this time there are also people away wanting to return without knowing how ... people away that were not resolved to think of a comeback ... And as you spoke Si hing, I only regretted all these people spread across so many places that we do not know, including very close to us, but hidden in their questions. Not hear the story of someone who returned to "Mo Lam" so amazing like a hero who appears at the last minute ...
Quando você fez as três reverências à ancestralidade de nossa Linhagem no "Jing Tong" , eu já estava me emocionando. Porque, como pude ouvir de Si Fu quase uma semana depois: " ...Quando alguém pede o afastamento da Família, mesmo que tenha ficado tudo bem, quando a pessoa sai da sala, existe um sentimento de luto para as duas partes. A minha pergunta é: 'Precisa ser assim?' ..."
Bom Si Hing, acho que todos vamos concordar que no seu caso não era o que desejávamos, mas como eu era muito novo na Família naquela época , prefiro acreditar que foi necessário.

When you made three bows to the ancestry of our lineage in "Jing Tong," I was already thrilling me. Because, as I hear from Si Fu almost a week later: "... When someone asks t go away from the family, even if it has been all right when the person leaves the room, there is a sense of mourning for the two parties . My question is: 'Why You must go?' ... "
Well Si Hing, I think we all agree that in your case it was not what we wanted, but as I was very young in the family at that time, I prefer to believe it was necessary.
Sabe Si Hing, com as redes sociais, por vezes tive a oportunidade de reencontrar "grandes amigos" de 10... 15 anos atrás... Mas na última hora, sempre adiei todos esses reencontros. No fundo, ficava receoso dessa pessoa ter mudado a tal ponto, que manchasse a minha memória a seu respeito. Por isso, sempre escolhi a memória .
No seu caso, não era minha escolha, mas tenho que dizer que tê-lo de volta na Família depois de tanto tempo e perceber que continua o mesmo cara legal de 15 anos atrás, é sem dúvida uma grata surpresa. E esse momento de seu abraço com Si Fu, para mim , simboliza bem você.  Porque se fosse possível um "abraço" assumir a forma humana, acho que ficaria parecido com você.

You know Si Hing, with social networks, sometimes had the opportunity to meet again "great friends" from 10 ... 15 years ago ... But at the last minute, always postponed all these reunions. In the background, I was afraid this person have changed to such an extent that tarnish my memory of him. Therefore, always chose the memory.
In your case, it was not my choice, but I have to say that having you back in the family after so long and realize you is still the same nice guy from 15 years ago, is undoubtedly a pleasant surprise. And this moment when you embraced Si Fu, to me, symbolizes  you. Because if it was possible for a "hug" take human form, I think it would be like you.
Por último , me deixe falar dessa foto. Uma foto que marca o reinício de dias de grandes aventuras. Dois Si Dai nossos contaram certa vez que "lenda" vem de "Legenda". E "Legenda" está relacionada a "algo que vale ser lido". E por saber das histórias que vocês três escreveram e ainda vão escrever, para mim foi uma grande honra estar ao lado de alguém com um punho lendário, de alguém com um coração lendário e atrás de um Si Fu lendário.
Bem-vindo de volta Si Hing!


Finally, let me talk this photo. A photo that marks the resumption of days of high adventure. Two Si Dai told once that "Legend" is related to "something that is worth reading." And to know the stories that the three of you have written and will still write, for me it was a great honor to be next to someone with a legendary fist, someone with a legendary heart and behind a legendary Si Fu.
Welcome back Si Hing!

The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

quarta-feira, 1 de junho de 2016

A NEW MOY YAT VING TSUN SCHOOL IN RIO!

Mais de uma década depois, o bairro de Jacarepaguá no Rio de Janeiro recebe mais uma vez um Núcleo da Moy Yat Ving Tsun ! Isso porque foi inaugurado oficialmente o Núcleo Freguesia. Dirigido por Mestre Felipe Soares e sua esposa Elisa Wanderley(foto), o Núcleo recebeu a visita de Grão-Mestre Leo Imamura e do Grande Clã Moy Yat Sang além de convidados para este evento muito marcante para todos nós.

More than a decade later, the Jacarepagua neighborhood in Rio de Janeiro receives once again a School of Moy Yat Ving Tsun! Because it was officially opened the Freguesia School. Directed by Master Felipe Soares and his wife Elisa Wanderley (photo), the School received the visit of Grand Master Leo Imamura and the Grand Moy Yat Sang Clan plus guests for this very remarkable event for all of us.

Inauguração do Núcleo Freguesia
Moy Yat Ving Tsun Freguesia School

Estava acompanhado de quatro To Dai (alunos) [foto] naquela manhã de Sábado quando me dirigia ao Núcleo Freguesia. Por termos chegado muito cedo, resolvemos comer alguma coisa próximos do local. E fiquei pensando naquele momento, quantas perceptivas diferentes, aquela Visita Oficial da Liderança do Grande Clã Moy Yat Sang estava compreendendo, tendo em vista que vários Líderes de Família com seus respectivos To Dai se dirigiam para lá. Cada um, vivendo a "Vida Kung Fu" de forma diferente.
Me lembrou um pouco o excelente documentário "Needle Trough Brick" que mostra o "Mo Lam"(Circulo Marcial) na Malasia, e numa determinada cena um dos Si Fu entrevistados leva os repórteres a um shopping popular, e desde o sapateiro até o peixeiro, você pode encontrar Si Fu escondidos entre eles fazendo funções do dia-a-dia. O Si Fu entrevistado diz: "Essa é uma terra de dragões escondidos e tigres abaixados..."

I was accompanied by four To Dai (students) [photo] that Saturday morning when I headed the new school. Because we arrived early, we decided to eat something close to the site. And I was thinking at that moment, how many different perceptive, that Official Visit of the Grand Moy Yat Sang Clan Leadership was understanding, considering that several family leaders with their respective To Dai were heading there. Each living a "Kung Fu Life" differently.
It reminded me a bit the excellent documentary "Needle Trough Brick" that shows a  "Mo Lam" (Martial Arts Circles) in Malaysia, and a particular scene of a Si Fu interviewed who leads the reporters to a popular shopping, and from the shoemaker to the fishmonger you can find Si Fu hidden among them making functions of day-to-day. The  Si Fu respondent says: "This is a land of hiddem Dragons and Crouching Tigers ..."
Durante a inauguração, meu Si Fu(foto), segurava o "San Juen Paai", objeto que você pode conhecer mais clicando (AQUI). E foi Si Gung quem pontuou a importância de Si Fu neste novo momento do Rio de Janeiro, por ser a pessoa com quem cada um dos Líderes de Família no Rio praticou em algum momento de sua trajetória. Possibilitando, um cenário tão rico assim... "Uma terra de tigres abaixados e dragões escondidos..."

During the inauguration, my Si Fu (photo), held the "San Juen Paai" object you can learn more by clicking (HERE). And Si Gung who pointed out the importance of Si Fu in this new moment of Rio de Janeiro, being the person who each one of the Family Leaders in Rio practiced at some point in his career. Enabling a scenario as rich as well ... "A land of crouching tiger,s hidden dragons..."
Outra presença importante naquela manhã, além dos pais de Si Suk Felipe Soares, era a de sua irmã: Si Suk Fernanda Neves.
Si Suk Fernanda(foto), entrou na Família Moy Yat Sang junto de Si Suk Felipe. Acessaram todos os Domínios juntos . Não por serem irmãos , mas por sintonia e boa sorte. Também fizeram o Baai Si na mesma Cerimônia.  Na Cerimônia de Titulação de Si Suk Felipe ela teve participação direta , e dessa vez, sua presença nos mostrou os fortes laços que existem entre eles.

Another important presence that morning, in addition to the parents of Si Suk Felipe Soares, was his sister: Si Suk Fernanda Neves.
Si Suk Fernanda (photo), entered the Family Moy Yat Sang alongside with Si Suk Felipe. They accessed all levels together . Not because they are brothers, but because their tuning and good luck. Also they made the Baai Si in the same ceremony. In Si Suk´s Master Ceremony  she was directly involved, and this time, her presence showed us the strong bonds that exist between them.
A tradicional fita vermelha que tem seu laço sempre desatado nas inaugurações dos Núcleos do Rio de Janeiro, desta vez foi puxada pelos pais de Si Suk Felipe e também por sua esposa e co-Líder da Família Moy Fei Lap. Si gung e Si Suk (foto) também puxaram o laço que estabeleceu o início oficial do Núcleo Freguesia como Núcleo Certificado da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence.

The traditional red ribbon has his tie untied always in the inaugurations of the MYVT Schools of Rio de Janeiro, this time it was pulled by the parents of Si Suk Felipe and also by his wife and co-leader of the Family Moy Fei Lap. Si Gung and Si Suk (photo) also pulled the tie that established the official start of the Freguesia School as a Certificate School of  Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence.
O Núcleo Freguesia tem muito zelo em cada detalhe. Desde a escolha da sala, até os móveis que estão dispostos. Tudo passou pela atenção cuidadosa dos Líderes da Família Moy Fei Lap(foto). Por isso, na primeira vez em que lá estive , me senti muito confortável. Nesta manhã de Sábado, visitava esse Mo Gun pela terceira vez, e pude observar que todos compartilharam do mesmo sentimento. Como quando Si Suk Ursula no almoço citou que até mesmo a pintura do local o tornava muito agradável.

The Freguesia School has much zeal in every detail. From the choice of the room, to the furniture are arranged. All passed the careful attention of the Family Leaders of Moy Fei Lap Family (photo). So the first time I was there, I felt very comfortable. On this Saturday morning, I visited this Mo Gun for the third time, and I could see that all shared the same sentiment. Like when Si Suk Ursula at lunch mentioned that even the local paint made it very enjoyable.
Olhando Si Gung posicionar o "San Juen Paai", que é a tabuleta ancestral das sucessivas gerações do Ving Tsun Paai. Me lembrei de quando ele fez o mesmo no Núcleo Méier.
Tirei alguns minutos para perguntar a ele naquele dia mais tarde, sobre como se sentia vendo tantos Núcleos abrindo ao redor do mundo. Com um sorriso, Si Gung mostrou certa neutralidade quanto a esse processo, como se entendesse que tudo faz parte dos desdobramentos dos potenciais em que nos apoiamos dia após dia.

Looking Si Gung position the "San Juen Paai", which is the ancestral tablet of the successive generations of Ving Tsun Paai. I remembered when he did the same at the Meier School.
I took a few minutes to ask him that day later on how he felt seeing so many schools opening around the world. With a smile, Si Gung showed some neutrality to the process, as if he understood that everything is part of the potential of developments that support us day after day.
Si Suk Felipe (foto) não tem um Blog ou canal de youtube, e talvez por isso você que esteja lendo não o conheça tão bem. Mas os membros da Linhagem Moy Yat ao redor do mundo sabem a respeito de seu valor como Discípulo e Praticante. E exatamente por isso, todos acreditam em seu valor como "Si Fu".
Particularmente eu sou uma destas pessoas. Vejo em Si Suk Felipe uma pessoa que simboliza essa ideia de "habilidade construída" através do Kung Fu. E me sinto feliz e honrado de ter presenciado sua evolução até aqui(Ao menos o que me foi possível perceber). E estou muito ansioso para saber o que nos espera no futuro...
Parabéns querido amigo.

Si Suk Felipe (photo) does not have a blog or a youtube channel, and maybe that's why you're reading that does not know him as well. But members of the Lineage Moy Yat around the world know about his value as Disciple and Practitioner. And just so everyone believes in his value as a "Si Fu".
Particularly I am one of those people. I see in Si Suk Felipe a person who symbolizes this idea of "built ability" through Kung Fu. And I feel happy and honored to have witnessed his evolution so far (at least what I could perceive). And I am very anxious to know what awaits us in the future ...
Congratulations dear friend.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com