ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Monday, September 14, 2015

(HOW TO WRITE THE KUNG FU TERMS IN A CORRECT WAY)O SISTEMA MOY YAT VING TSUN DE TRANSLITERAÇÃO

 A minha querida professora (foto)de mandarim ,Sra. Lily Ou Yee Fen,é uma pioneira no ensino desse idioma em nossa cidade. Tendo sido professora de toda uma geração de entusiastas e estudiosos do idioma chinês durante três décadas , incluindo meu próprio Si Fu.
Ela me disse no meu primeiro dia de aula de com ela , que a China conta com 56 etnias reconhecidas pelo governo. Cada uma delas, possui seu próprio dialeto.
Eu fiquei muito impressionado com essa informação, pois imediatamente me veio à cabeça a cena do filme "Herói"(Hero,2002).

My beloved chinese teacher (photo) , Ms.  Lily Ou Yee Fen, is a pioneer in the teaching of this language in Rio de Janeiro. Having been a teacher of a whole generation of enthusiasts and students of the Chinese language for three decades, including my own Si Fu.
She told me on my first day of class with her, that China has 56 ethnic groups recognized by the government. Each of them has its own dialect.
I was very impressed with this information, as immediately came to my mind a scene from the movie Hero(2002).


Na cena em questão o personagem "Sem-nome"(Jet Li), diz ao imperador que havia requisitado do personagem "Espada Quebrada"(Tony Leung) , que além de artista marcial era calígrafo(foto), que fizesse para ele uma variação além das dezesseis possibilidades existentes de se passar a ideia de "espada" com um ideograma.
"Absurdo!" - Disse o imperador. - "Como as pessoas podem se comunicar num país em que existem tantas formas diferentes de escrever?" - Concluiu ele.

In the scene in question the character "Nameless" (Jet Li), tells the emperor that he had requested from the character "Broken Sword" (Tony Leung), who in addition to martial artist was calligrapher (photo), to make for him a variation apart from sixteen possibilities to give the idea of "sword" with an ideogram.
"Nonsense!" - Said the emperor. - "How can people communicate in a country where there are so many different ways to write?" - He concluded.

Foi por isso que o governo chinês estabeleceu que o "Dialeto Han" (Hànyǔ汉语), dialeto falado pela etnia que corresponde a 95% da população chinesa, os "Han"(汉), se tornaria o idioma oficial em toda a China.
 Porém, o chamado "cantonês" (Guàntánghuà 觀塘话) é muito utilizado até os dias de hoje no sul da China e em Hong Kong. Apesar do "Dialeto Han" , que conhecemos como "Mandarim", ser o idioma oficial.
O Governo Chinês na segunda metade do século 20, pediu , segundo Si Gung(foto), as agências de notícias chinesas e de todo o mundo, que adotasse o método "Pin Yin" (pīnyīn 拼音) como a forma oficial de transliterar os sons que os ideogramas fazem. Ou seja, uma forma de os ocidentais conseguirem "ler os sons" que os caracteres representam.

That's why the Chinese government has established the "dialect Han" (Hànyǔ 汉语) dialect spoken by the ethnic group corresponding to 95% of the Chinese population, "Han" (汉), would become the official language throughout China.
  However, the so-called "Cantonese" (Guàntánghuà 觀塘 话) is widely used to this day in southern China and Hong Kong. Despite the "Han dialect," we know as "Mandarin", is the official language.
The Chinese government in the second half of the 20th century, called, according to Si Gung (photo), Chinese news agencies and from around the world, to adopt the "Pin Yin" method (pīnyīn 拼音) as the official way to transliterate the sounds that the ideograms do. That is, one way to achieve Western "read sounds" that the character represents.
Curioso dizer que Donnie Yen nos filmes do "Grande Mestre"(foto) , não usa a mesma fala que o Patriarca Ip Man usava. Já que Ip Man era originário de Faat Saan (Fo Shan) ele usava o dialeto dessa região, enquanto que em Hong Kong o dialeto usado é o Cantonês.
Diferente do mandarim e seu sistema "Pin Yin" de transliteração oficial , o cantonês não possui um sistema de transliteração. E por conta disso, o nome de nossa arte tem tantas variações: Wing Chun, Ving Tsun, Wing Tsun, etc...

Curious to say that Donnie Yen in the "Ip Man" movies(photo), does not use the same speech that the Patriarch Ip Man wore. Since Ip Man was from Faat Saan (Fo Shan) he used the dialect of the region, while in Hong Kong the used dialect is HK Cantonese.
Different from Mandarin and your  "Pin Yin" system the official transliteration, Cantonese has no transliteration system. And because of that, the name of our art has so many variations: Wing Chun, Ving Tsun, Wing Tsun, etc ...

Segundo Si Gung, Si Taai Gung Moy Yat que é de um vilarejo chamado Duen Fan em GwongTong que tem um dialeto peculiar a região. Ou seja, temos Grão-Mestre Moy Yat que tinha sua fala oriunda de sua terra natal, recebendo seus ensinamentos em Hong Kong, de Ip Man que falava o "Faatsanês"...

According to Si Gung, Si Taai Gung Moy Yat who is from a village called Duen Fan in GwongTong which has a peculiar dialect of the region. Ie we have Grand Master Moy Yat who had his way of talk coming from his homeland, receiving his teaching in Hong Kong,by Ip Man who spoke a "Faat San-nese" ("Fo Shan -nese") ...

Pronunciando o nome dos Ancestrais do Ving Tsun:
Pronouncing the name of the Ancestors of Ving Tsun:


Por isso, em conversa recente com Si Gung (foto) , os Si Baak: Renato e Natan, os Si Suk: Mirta(Argentina) , Cris e Paul. E o Si Dai Thiago Silva. Pude mais uma vez admirar a sagacidade de Si Taai Gung Moy Yat, quando Si Gung falava das diferentes formas de se falar , inclusive uma mesma língua como o português e suas nuances. Ele citou como exemplo, o fato de que alguns membros da Argentina de nosso Clã tem dificuldade em entender o português do Rio, que é mais puxado como o de Portugal , tendo em vista que nosso estado foi a Capital de nosso país por muito tempo.
A isso, ele citou o fato de que muitos se referem a Leung Bok To, marido de nossa fundadora , como "Leung Bok Chao".  Si Gung disse que não está incorreto pois essa é uma pronúncia possível para este nome , porém, na época em que esse ancestral viveu, a pronúncia de seu nome era "Leung Bok To" e não "Chao". E sabemos disso hoje, graças ao legado de Si Taai Gung Moy Yat.

So, in a recent conversation with Si Gung (photo), the Si Baak: Renato and Natan, the Si Suk: Mirta (Argentina), Cris and Paul. And my Si Dai Thiago Silva. I could once again admire the wisdom of Si Taai Gung Moy Yat, when Si Gung spoke of different ways to talk about, including the same language as the Portuguese and their nuances. He cited as an example the fact that some members of the Argentina of our clan has difficulty in understanding the Portuguese from Rio, which is pulled over like that from Portugal, given that our state was the Capital of our country for a long time.
To this, he cited the fact that many refer to Leung Bok To the husband of our founder, as "Leung Bok Chao." Si Gung said he is not incorrect as this is a pronunciation possible for this name, however, by the time this ancestor lived, the pronunciation of his name was "Leung Bok To" and not "Chao". And we know it today, thanks to the legacy of Si Taai Gung Moy Yat.


O Sistema Moy Yat Ving Tsun de Transliteração:
The Moy Yat Ving Tsun Transliteration system  :

Sidney Lau (chinês: 劉錫祥, morreu 1987) escreveu uma série de livros na década de 1970, para o ensino  para se falar o Cantonês. Os livros foram inicialmente utilizados para o ensino de expatriados ocidentais que trabalhavam no Corpo de Polícia de Hong Kong e outros órgãos governamentais.Mais tarde, os textos foram usados como base para um programa de ensino de rádio para estrangeiros. Os livros introduziam um sistema próprio de romanização de Lau que difere do sistema de Yale usando símbolos e números sobrescritos para indicar os tons das palavras. O sistema é um dos três sistemas de romanização ainda em uso em Hong Kong (fonte : Wikipedia)


Sidney Lau (Chinese: 劉錫祥, died 1987) wrote a series of textbooks in the 1970s, for teaching Anglophones to speak Cantonese. The textbooks were initially used for teaching western expatriates working in the Hong Kong Police Force and other government bodies.[1] Later the texts were used as a basis for a radio teaching programme for foreigners. The books introduced Lau's own romanisation system which differs from the Yale system by using superscripted numbers and symbols to indicate the tones of the words. The system is one of three romanisation systems still in use in Hong Kong (font: Wikipedia)


A fim de ter uma unidade em sua transliteração, e um desejo de que os termos sejam minimamente respeitados com uma pronúncia aproximada. Si Gung adota o método de Sidney Lau de "romanização", ou seja, de trazer para o nosso alfabeto e por conseguinte, para nossa compreensão. Os sons que cada ideograma faça, de modo que consigamos lê-los e reproduzi-los oralmente.

In order to take a drive in its transliteration, and a wish that the terms are minimally respected with an approximate pronunciation. Si Gung adopts the method of Sidney Lau "Romanization", ie to bring our alphabet and therefore for our understanding. The sounds that each ideogram do, so we can read them and play them orally.








Importante dizer que o (Hànyǔ汉语), que nós chamamos de "Mandarim". Possui quatro tons e um tom neutro (que muitos consideram um quinto tom). Por "tom" entenda a pronúncia de um som , neste caso, de 5 formas diferentes. Ou seja, uma pronúncia alongada ou mais curta, pode resultar num significado completamente diferente.
Pensando nisso, o método de Sidney Lau foi adotado, pois ele não se baseia nos diferentes tons do dialeto cantonês como o Sistema Yale. E sua transliteração não é baseada no português apenas, mas em fonemas que deixam mais próximo do original.

Importantly to say that, the (Hànyǔ 汉语), which we call "Mandarin". It has four tones and a neutral (which many consider a fifth tone). By "tone" is meant the pronunciation of a sound in this case, 5 of different shapes. That is, an elongated pronunciation or more short may result in a completely different meaning.
With this in mind, the method of Sidney Lau was adopted because it is not based on different tones of Cantonese dialect as the Yale System. And its transliteration is not based in Portuguese only, but phonemes that make closer to the original.

Por volta de 2009, Si Gung me sugeriu usar a transliteração corrente em nosso Clã , baseada no Sistema de Sidney Lau no "Blog do Pereira", de forma a sutilmente, educar as pessoas para uma transliteração que contemplasse a pronúncia dos termos e nomes dos ancestrais.
Por isso, o "Chum Kiu" foi sempre escrito aqui como "Cham Kiu". Pela primeira vez na internet também passamos a dividir a nomeclatura de tratamento como "SiFu" para "Si Fu". Ou "Sihing" para "Si Hing". Mas principalmente "Sijeh" para "Si Je" ou "Gerk" para "Geuk".

By 2009, Si Gung suggested I use the current transliteration in our clan, based in Sidney Lau System in "The Peartree's Blog(Blog do Pereira)" in order to subtly educate people to a transliteration contemplating the pronunciation of terms and names of the ancestors.
Therefore, the "Chum Kiu" is always written here as "Cham Kiuh". For the first time on the internet also passed to divide the naming treatment as "SiFu" to "Si Fu". Or "Sihing" to "Si Hing." But mostly "Sijeh" to "Si Je" or "Gerk" to "Geuk".
Ainda temos muito o que falar sobre este tema. Mas humildemente me coloco disponível para compartilhar mais , seja por email (moyfatlei.myvT@Gmail.com) ou por skype (moyfatlei.myvt) , sobre este tema com aqueles que se interessarem.

We still have much to say on this topic. But humbly I place myself available to share more, either by email (moyfatlei.myvT@Gmail.com) or skype (moyfatlei.myvt) on this subject with those who are interested.


A disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com



2 comments: