ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Sunday, October 5, 2014

TWO NEW DISCIPLES IN MOY YAT SANG CLAN (DOIS NOVOS DISCÍPULOS NO CLÃ MOY YAT SANG)




Apesar de ser nascido e criado no Rio, eu adoro andar em shopping. Geralmente eu acabo comprando um livro ou DVD, mas ainda que não compre nada, é algo que realmente gosto de fazer. Antigamente eu não gostava muito de passear no Madureira Shopping, porque mal você chegava na vitrine, os vendedores saltavam sobre você como ninjas querendo vender algo. Hoje já não é mais assim....

Por isso, naquela noite de Quinta, enquanto me encaminhava para o Restaurante Benkei na companhia de meus dois queridos irmãos Kung Fu Gui Farias e Fabiosa, meu prazer era triplo: Primeiro por estar com eles, segundo porque era dentro do shopping e terceiro, porque seria o jantar de convite para “Baai Si” de outro irmão Kung Fu chamado Glauco Gavioli.

Even living in Rio since I was a child, I love to spend time walking in Shopping Centers. Usually I buy some DVD or book, but even if I dont buy anything, its something that I really like to do! 
Some years ago, I did not to like to walk in Madureira Shopping Center (North Zone of Rio). 
Thats because if you get any close of a store, some employee of the store would jump on you asking if you wanna “see something” like ninjas! But today is not this way anymore.

Thats why , at that night of Thursday, while I was walking to the Benkei Restaurant with my two kung fu Brothers Guilherme de Farias and Fabiosa, my pleasure was triplet: First of all, I was with them, second, because we were going to a Mall, and second because It was the night when Glauco Gavioli would be invited oficially to be a disciple.

Si Fu inaugurou um novo formato, se pode se dizer assim, de convite para a Cerimônia de Baai Si. Ele é dividido em três momentos distintos, onde o primeiro é a formalização do convite. O segundo é a Cerimônia em si, e o terceiro é o recebimento do “Nome Kung Fu”, que se dá na casa do Si Fu.
Esta primeira etapa, é a que iriamos experimentar naquela noite. Si Fu sugere ao aspirante a discípulo , que tenha-se à mesa minimamente discípulos (a fim de gerar peso ao momento) e convidados do praticante. Um desses convidados segundo Si Fu, é interessante que seja alguém de fora do Círculo Marcial. Esta pessoa vai representar o reconhecimento da sociedade do momento em questão.
Quando chegamos, as mesas já tinham sido organizadas por Pedro Ivo Sampaio “Moy Yi Woh”, o discípulo que teve em seu Baai Si a inauguração desse processo. Assim que chegamos, procuramos pensar nos melhores locais para cada membro que viria sentar. Afinal, como dito há pouco tempo aqui no Blog, a mesa no Circulo Marcial Chinês também é um local para se trabalhar a atenção cuidadosa.

Si Fu inaugurated a new format, you can say so,for the invitation to the ceremony of Baai Si.
 It is divided now into three distinct phases, where the first is the formal invitation. The second is the ceremony itself, and the third is receiving the "Kung Fu Name", which is given at Si Fu’s house. 
This first phase was what we would experience that night. Si Fu suggests to the aspiring disciple, to invite some disciples to attend the dinner (in order to make  the date remarkable). One of those invited second Si Fu, it is interesting to be someone outside Martial Circles. This person will represent the recognition of the moment by the ordinary society. 
When we arrived, the tables had already been organized by Pedro Ivo Sampaio "Moy Yi Woh", the disciple who had his Baai Si in the inauguration of this process. Once we arrived, we tried to think of the best chairs for each member who would sit. After all, as said shortly here on the Blog, the table in the Chinese Martial Circle is also a place to work careful attention.

Glauco chegou num traje bem alinhado, porém seu semblante sempre feliz, naquele dia tinha dado lugar ao de alguém preocupado. Vi Glauco passando pela janela olhando pra dentro do restaurante, ele realmente estava mais branco do que o normal. Vendo aquilo , assim que Glauco entrou fui para dar um abraço nele e falar alguma coisa engraçada como sempre fazemos. Mas desta vez ele seriamente me deu apenas um “Oi, Si hing”.
Glauco convidou a pessoa que considera sua melhor amiga Crician Ullman que conheceu na faculdade.
Si fu chegou e após cumprimentos começamos a pedir a comida. Glauco foi relaxando aos poucos, mas sempre voltava a ficar tenso quando um dos garçons mais solícitos que já vi, sempre interrompia suas palavras ou de Si Fu. Ele era tão solicito que acabava atrapalhando..rs

Glauco arrived in a well-lined outfit, but his face always happy, that day had given way to anyone concerned. I saw Glauco coming through the glass window looking in the restaurant, he was actually whiter than normal. Seeing this, I welcomed Glauco to give him a hug and talk something funny like we always do. But this time he seriously said to me just a "Hi, Si hing." 
Glauco invited the person who considers his best friend , Crician Ullman, who met each other for the very first time in college. 
Si fu arrived and after greetings started to order the food. Glauco was gradually relaxed, but always came back to tense when one of the most solicitous waiters I've ever seen, always interrupted his words or Si Fu’s. So , this waiter was messing around trying to help.

Si Fu pediu que os discípulos presentes, falassem um pouco sobre como haviam sido suas histórias de Baai Si até ali.  E foi muito bacana relembrar vários momentos através das palavras principalmente de Thiago Silva e Guilherme, que acompanhei bem de perto.
Si Fu então tomou a palavra, e a amiga de Glauco que até ali tentava acompanhar os termos e nomes ditos, chegou a se emocionar literalmente. Eu sempre me impressiono com a habilidade do Si Fu em se relacionar.  Não sei como ele faz fora da Família, a bem verdade, tive poucas chances de acompanhar. Mas dentro do Circulo Marcial ele o faz com Mestria. E por isso, acredito que não foi a toa que a menina marejou os olhos.
Finalmente Glauco comentou um pouco sobre o que aquele momento estava significando para ele.  E de forma bem tocante, Glauco presenteou Si Fu com algo surpreendente: Era a foto na qual Si Fu abraça nosso irmão Kung Fu Pedro Correa em seu aniversário de 2013 após Pedro dizer algumas palavras sobre ele.
Si Fu achou aquele presente muito curioso, e comentou com Glauco, de maneira sutil, que seria interessante poder ter uma foto com essa qualidade e esse espírito de cada discípulo.

Nos despedimos e Glauco confessou que finalmente o nervosismo tinha passado...rs

Si Fu asked the disciples present,to  talk a little about their stories of Baai Si . And it was very nice to recall various moments through words mostly by Thiago Silva and Guilherme, who I followed closely. 
Si Fu then took the words, and Glauco’s friend,  tried hard to follow the terms and names in chinese. But this time, when Si Fu started to talk, she started to cry, finally understanding the meaning of that moment. Si Fu always impressed me with the ability to relate to other people. Do not know how he does outside the family, and the fact I had a few chances to follow. But within the Martial Circles he does it with Mastery. And so, I believe it was no wonder that the girl hád tears in her eyes. 
Finally Glauco commented a bit about what that moment was meaning to him. And he gave a touchingly gift,  something surprising: It was a picture in which Si Fu  embraces our Kung Fu Brother Pedro Correa during Si Fu’s latest birthday after Pedro had said a few words about him. 
Si Fu found that this very curious, and said to Glauco, in a subtle way, it would be interesting to have a picture with this quality and this spirit of each pupil. 

We said goodbye and finally Glauco confessed nervousness had passed ... lol
  Crician Ullman , amiga de Glauco, fala algumas palavras para Glauco ao final sobre aquele momento do convite.
(Crician Ullman, friend of Glauco, talks a little about that moment to Glauco)
Si Fu, num tom mais sério comenta com Glauco suas impressões sobre a noite e o que esperava dali pra frente.
(Si Fu, more seriously, talks to Glauco what he tought about that night, and what he waits from now on) 


Glauco entrega o presente para Si Fu e fala um pouco sobre ele.
(Glauco gives the gift to Si Fu and talks a little bit about it) 


(Uma grande foto de Glauco . Colocada num porta-retrato e dado a Si Fu como presente)
(A great shot by Glauco. Put in a portrait and given to Si Fu as gift from him)


O segundo convite:
The Second Invitation:

Isso foi o mesmo que Glauco disse a André Almeida, seu Si hing, uma semana depois, na porta do restaurante Konomi-Ai, quando Si fu saiu com o carro, e André parecia mais relaxado. Porém esta história começou bem antes:
Eu estava indo com meu carro em direção ao Recreio, local onde fica esse restaurante. É uma região com transito muito intenso, e num determinado momento pensei no André. Fiquei imaginando porque ele havia escolhido aquele local. Pois André mora no interior de outro município, e o jantar estava marcado para as 19h.
André como sempre, estaria de ônibus, pois ainda não possui um carro.
Pensar sobre isso me deixou bem admirado, e refleti a respeito do exemplo que André é, quando muitas vezes vemos alguém morar tão próximo do Mo Gun, e aproveitar bem menos do que ele que mora tão distante.

This was the same Glauco told  to his Si Hing André Almeida, a week later, in front of the door of the restaurant Konomi-Ai when Si fu went away with his car, and Andre seemed more relaxed. But this story started well before:
I was going with my car toward the West Zone, where is this restaurant. It is a region with very heavy traffic, and at one time thought of André. I wondered why he had chosen that location. For André , who lives in another city, and the dinner was scheduled for 19h.
Andre as always, would go by bus, as he did not own a car.
Thinking about this made me well admired, and reflect about the example that André gives to everybody when we often see someone living so close to the Mo Gun, and enjoy far less than he who lives so far away.

Estacionei o carro, e passei pelas mesinhas que ficam na área externa do restaurante. Atravessando uma porta de vidro, passei também pelo balcão onde o sushiman faz sua mágica ao meu lado direito. E lá no fundo subi uma escadinha que me levou até o Segundo andar. Estava vazio, se não fosse pela presença de André, seu amigo Frances , e do meu condiscípulo Luciano Freitas “Moy Lo Key”, não haveria mais ninguém.
Sentei com eles, e André parecia nervoso para pedir a comida. Perguntei pelo Si Fu. André disse que ele estava ciente de que era no segundo andar, mas 2 minutos depois, por via das duvidas resolvi ligar e ele estava dentro de seu carro lá embaixo nos procurando.
Si Fu subiu e logo depois chegou Fabiosa, meu irmão Kung Fu mais novo e membro do Núcleo Méier.
Si Fu fez alguns comentários para André sobre pedir a comida , ou melhor: Saber fazer o pedido. Estavamos em um restaurante japonês, e como é de praxe, a comanda vem com o nome dos alimentos também em japonês.  Si Fu pediu que eu fizesse a comanda e que André prestasse atenção para que nas próximas ele o fizesse.

I parked the car and went trough the tables that are in the outdoor area of the restaurant. Going through a glass door, also passed the balcony where the sushi chef works his magic on my right side. And deep down I went upstairs that took me to the second floor. It Was empty, if not for the presence of Andre, his friend Frances, and our KF Brother Luciano Freitas "Moy Lo Key", there would be no one else. 
I sat with them, and Andre seemed nervous to order the food. I Asked about Si Fu. Andre said he was aware that we were on the second floor, but two minutes later, just in case I decided to call and he was inside his car down there looking for us. 
Si Fu went upstairs and soon after arrived Fabiosa, my younger Kung Fu Brother and a member of the MYVT Meier School . 
Si Fu made some comments about how to ask food to André, or better: Knowing ordering. We were at a Japanese restaurant, and as usual, the commands comes with the name of the food also in Japanese. Si Fu asked me to do the commands and in the next turn would be Andre. So he should paid attention to what I was doing.


Si Fu parecia bem feliz e relaxado, estava bem próximo de sua casa. Ele até tinha um compromisso importante depois, mas ao ver que Thiago Silva, outro discípulo iria demorar, Si Fu não pestanejou em adiar o outro compromisso para se dedicar apenas a nós.
Enquanto Thiago não chegava, Si Fu começou falando sobre sua promoção para a categoria de Mestre Senior, e que ela permitiria com que ele autorizasse membros da Familia Moy Jo Lei Ou a serem titulados como Mestres Qualificados.   Por isso, Si Fu também falou da importância que este momento representava para nossa Família e nosso Clã, e isso o levou a expressar um importante desejo à mesa...
Todos pareceram ser pegos de surpresa, inclusive eu , porém Luciano não. Aquilo me chamou a atenção.
Finalmente chegou Glauco Gavioli, aquele que havia sido convidado uma semana antes. Como sempre, Glauco chegou brincando com todo mundo. Afinal, estava bem mais relaxado do que na semana anterior.

Si Fu seemed very happy and relaxed. He was very close to his house. He even had an important commitment after, but to see that Thiago Silva, another disciple would  be late,Si Fu did not hesitate to postpone the other commitment to devote himself just to us. 
While Thiago was not there,Si Fu began talking about his promotion to the rank of Senior Master, and how it would allow him to authorize members of the Moy Jo Lei Ou Family as Qualified Masters. Therefore, Si Fu also spoke of the importance that this moment represented to our family and our Clan, and this led him to express an important desire at the table ... 
Everyone seemed to be caught by surprise, including me, but not Luciano. That caught my attention. 
Finally arrived Glauco Gavioli, who had been invited for Baai Si a week before. As always, Glauco arrived joking with everybody. After all, He was more relaxed than the previous week.

Thiago Silva “Moy Chi Yau Si”  finalmente chegou, e Si Fu pôde dar inicio ao convite formal para André .
Foi um momento bem marcante para todos, para mim foi muito. Olhar para o André e perceber que ele estava elegante em seu traje, foi entender que algo havia mudado nele. Do garoto timido de Coelho da Rocha com casacos da banda Slayer ou algo que o valha, a um praticante que tem mais atenção a detalhes cotidianos, como qual a melhor roupa para usar.
Todos falaram muito bem de André, inclusive Si Fu. André estava emocionado, mas não chegou a chorar...chorar...
A questão, é que aquele momento, onde você escuta todos falarem bem de você e do quanto você progrediu, não pode nunca ser confundido. Para André, essa jornada como “Dai Ji” estava apenas começando.

Thiago Silva "Moy Chi Yau Si" has finally arrived, and Si Fu could initiate the formal invitation to Andre. 
It was a very memorable moment for everyone, for me it was for sure. Look for Andre and realize he was elegant in his costume, I was able to understand that something had changed in him. The shy boy from the countryside  with coats of the rock band Slayer or something of that sort, became a practitioner who has more attention to everyday details, like what is the best clothes to wear. 
Everyone spoke highly of Andre, including Si Fu. Andre was thrilled, but did not cry ...  ... 
It was that moment where you hear all brothers speak well of you and how much you have progressed. But you should never be mistaken. For Andre, this journey as "Dai Ji" was just beginning.
 Fabio Sá , mais conhecido como "Fabiosa", no momento em que recebe o comunicado de Si Fu sobre seu Baai Si.
(Fabio Sá, more known as "Fabiosa", in the very moment when Si Fu said to him about his Baai Si invitation)
Fabiosa fala um pouco sobre o que significou aquele convite para ele.
(Fabiosa talked a little about what that moment mean to him)


O jantar prosseguiu com muita comida gostosa a mesa. Bem diferente da outra vez que lá estivemos. Si Fu aproveitou para expressar um outro desejo naquela noite. O de que Fabiosa, como é carinhosamente conhecido o Si Dai Fabio Sá, se tornasse seu discípulo.
Fabio deve ter ficado bem tocado, porque ele não tirou o sorriso do rosto, e curiosamente, ele que havia falado de que André fala muito baixinho e as vezes pra dentro, não percebeu o quão alta sua voz ficou ao falar sobre o que aquele “pré-convite” significava. Si Fu pediu que ele falasse mais baixo. Sua voz sobrepôs até mesmo o barulho irritante do Nintendo 3DS do menino na mesa ao lado.

The dinner was a very tasty food. Very different from the other time we were there. 
Si Fu took the opportunity to express na another desire at that night. To Invite “Fabiosa” as we call our dear, Si Dai Fabio Sá, to became his disciple. 
Fabio must have been well played, because he did not take the smile off his face, and interestingly, that he had spoken that André speaks very softly and sometimes  very low, but he did not realize how high his voice was.
. Si Fu invited him to speak lower. His voice overrode even the annoying noise of the Nintendo 3DS  of a boy at the next table.

(Si Fu sorri ao lado de André e seu amigo pessoal durante o jantar)
(Si Fu smiles with Andre by his side and Andre´s personal friend)

Eu então estava na porta do Konomi-Ai com Luciano “Lucky” “Moy Lo Key” Freitas, nos despedindo de Si Fu, quando André apareceu com um sorriso no rosto.  André as vezes fica com um sorriso aberto por algo que já passou por mais de um minuto, geralmente nesses momentos, ele lembra que esqueceu de alguma coisa “Ih! É!” é o que ele sempre fala. Desta vez não foi diferente: Si Fu lhe perguntou se ele não entregaria nenhum Hung Baau. Uma pergunta que usualmente não se faz, mas que o cenário e o contexto permitiam. Ou simplesmente a relação Si Fu-To Dai. Tanto é que Si Fu perguntou já com aquele sorrisinho.
André respondeu que esqueceu lá em cima, e subiu correndo até sua mochila. Si Fu entrou em seu carro, ligou, e perguntou rindo para mim: “Na condição de Si Fu. Você esperaria ele?” . Eu demorei a responder mas disse que não (rindo também). Si Fu então comentou rindo: “Bom, agora já era!” . E lá vinha André em disparada conseguindo entregar o Hung Baau referente ao seu convite para Baai Si.
Todos já estavam na porta, a conta já estava paga. Rimos dos melhores momentos , depois dois dos presentes, incluindo Fabiosa , foram parabenizados. E Glauco ficou brincando com André sobre ele já estar aparentando mais relaxamento. Todos riram.

Eu já presenciei alguns momentos de Convite, de recusa, de sumiço após o convite aceito. Mas naquela noite eu vi

I then stood in the doorway of Konomi-Ai with Luciano "Lucky" "Moy Lo Key" Freitas, saying goodbye to Si Fu, when Andre showed up with a smile on his face. André sometimes gets a grin for something that has gone through more than a minute, usually in those moments, he remembers that he forgot something This time was no different: Si Fu asked him if he would not give any Hung Baau. 
A question that usually we should not do, but the moment and the context allowed. Or simply the relashionship Si Fu Dai-To. So much so that Si Fu already asked smiling. 
Andre answered that he forgot upstairs, and ran until his bag. Si Fu got into his car, he called and asked me laughing: "As the Si Fu. Would you wait for him? ". It took me some seconds to answer but said “no” (laughing too).
Si Fu then said laughing: "Well, now it's gone." And there came André with the Hung Baau in his hand. 
Everyone was already at the door, the bill was already paid. Laugh of the best moments, then two of those present, including Fabiosa, were congratulated. And Glauco was playing with Andre about he already be looking more relaxed. Everyone laughed. 

I have witnessed some moments of invitation, refusal, after the disappearance of accepted invitation. But that night I saw


THE DISCIPLE OF MASTER JULIO CAMACHO
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

No comments:

Post a Comment