ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Thursday, November 28, 2013

MESTRE JULIO INAUGURA JIU PAAI DO MÉIER (MYVT MEIER SCHOOL JIU PAAI RUNNIN' WILD)

(Jiu Paai do Núcleo Méier antes de ser formalmente inaugurado)
(MYVT Meier School´s Jiu Paai before Si Fu untie the ribbon!)

Sobre a estratégia de guerra chinesa, diz-se que: "...Deve-se dirigir os assuntos militares de modo que se triunfe a cada dia, progressivamente, sem que os outros nos possam temer...Os outros, isto é, os inimigos, não pensam sequer em nos temer porque não percebem a situação mudar e tornar-se perigosa(e quando se dão conta disso, é tarde demais e eles estão em nossas mãos)...A transformação foi tão insensível por acumulação progressiva(do positivo ou da capacidade) que mesmo em seu campo, repousa-se em cima, sem ter consciência de onde vem esse proveito..."
(Do Tempo - François Julien)

The Chinese war Strategy, says that: "... You must direct yourself to the military affairs in a way that you are able to triumph every day, gradually, without others fear you ... The other, I mean,the enemies, not even thinking of fear because they do not perceive the situation change and become dangerous (and when they realize it is too late and they are in our hands) ... the transformation was so insensitive by progressive accumulation (positive or capacity) that even in its field, rests upon itself, without being aware of where this comes out ... "(François Julien)

A INAUGURAÇÃO DO JIU PAAI DO MEIER
MYVT MEIER SCHOOL'S JIU PAAI RUNNIN' WILD

(Eu observando a prática de Lap Sau de Rapha Caputo e Lucas Eustáquio na escola de Dança do Méier onde atuamos por 3 anos)
(Thats me watching a young Rapha Caputo and Lucas Eustaquio at the school dance where we worked for 3 years with Ving Tsun)

Não faz muito tempo quando minha vida estava de ponta-cabeça, e mesmo assim toda Sexta-feira a tarde, eu vivia um dos meus momentos mais satisfatórios na semana, que era a sessão de Lucas e Raphael. Eu pegava meu ônibus, saltava no Méier e ia andando até a escola de dança na Vilela Tavares, uma gostosa rua bem suburbana deste bairro.
Talvez pelo carinho que desenvolvi por estes dois praticantes em 2 anos, além claro, do Rodrigo, que naquele momento tinha interrompido a prática. Eu caminhava até lá como se fosse dar uma sessão para 50 pessoas. Para mim não havia diferença. E acho que isso nunca ficou claro pro pessoal da escola de dança.
Eu lembro de desejar todos os dias que mais pessoas começassem, não por mim, ou para validar mais minhas idas, mas pelos dois, para que eles pudessem aproveitar mais experiências...
Falando assim parece bonito e romantico, mas não era bem isso. Por vezes me senti um incompetente porque todos que começavam desistiam, e eu me perguntava se o mérito destes queridos irmãos Kung Fu continuarem era por minha causa, ou o mérito era da vontade deles....

Not long ago when my life was upside down , and yet every Friday afternoon , I lived one of my most satisfying moments in the week , which was the Ving Tsun Class of Lucas and Raphael . I got my bus ,got off in Meier wild neighborhood and used to walk to the dance school in Vilela Tavares Street , a very suburban street in that neighborhood where the dance school was .
Perhaps the affection that I developed to these two practitioners in 2 years , plus of course, Rodrigo , who at that time had stopped the practice . I walked there as if the session had 50 people . For me there was no difference. And I think that never became clear to the dance school people.
I remember wishing everyday that most people started to practice, not by me , or to further validate my trips to there, but for the two boys , so they could enjoy more experiences ...
Speaking seems so beautiful and romantic , but it was not quite it . Sometimes I felt incompetent because everyone began and after a little give up practice , and I wondered if the merits of these dear Kung Fu brothers to keep going was because of me , or was the merit of their will ....

(Eu e o lendário Si Sok André Cardoso praticando na praia da Barra)
(Me and the legendary Si Sok Andre' Cardoso at the beach)

Mas teve uma pessoa que me inspirou muito nesses anos, que foi o mais que querido Si Sok André Cardoso. Uma pessoa ímpar que se a vida fosse um jogo de RPG sua ficha técnica viria com 99 pontos de Carisma. Nunca vi ninguém ser tão respeitado e ser tão gentil ao mesmo tempo. Para
Si Sok André, não importava se tinham 20 pessoas no Mo Gun ou apenas uma ajudando ele a consertar algo. Ele tratava com a mesma importância e carinho...

But a person who has inspired me a lot in those years, which was the dear Si Sok André Cardoso. A person that if life were a Rolling Playing Game, his status would come with 99 points of Charisma. Never seen anyone be so respected and be as gentle at the same time. 
For Si Sok Andre, no matter if the Mo Gun had 20 people or just one with him fixing something. He treated with the same importance and affection ...
Por isso ontem, quando todos estavam reunidos esperando o Si Fu chegar. Não sei o que se passava na cabeça de cada um, mas ver o Mo Gun tão cheio de vida, com certeza me fez pensar no que estamos construindo. Uma construção silenciosa, que nem mesmo nós que estamos dentro, conseguimos perceber cada tijolo que colocamos dia após dia. Mas eu sempre acreditei que ainda que tenha errado muito na transmissão da arte com muitas pessoas por falta de experiência e maturidade, o coração era muito importante nessas horas. Pois foi como Si Sok André falou certa vez: "...Fazer o que tiver que fazer, com o que se tem, na hora que for preciso...." - Foi com essa frase que ele começou minha primeira sessão de Biu Ji e nunca mais esqueci.

So yesterday when we were all together waiting Si Fu arrive. I do not know what was going on in the head of each, but watch the Mo Gun so full of life, certainly made ​​me think about what we are building. A silent construction, that even we who are in, are not able to discern every brick we place day after day. But I always believed that even though I did very wrong in the transmission of the art with many people due to lack of my experience and maturity at the time, the heart was very important at those times. Because it was like Si Sok Andre once said: "... Do what you gotta do, with what you have, in the time it takes ...." - It was with this sentence that he began my first session of Biu Ji and I never forgotten.
(Si Fu chega ao Mo Gun e reverencia a ancestralidade de nossa arte)
(Si Fu pays respects to the ancestors of our lineage)

Si Fu quando chegou, prestou respeito a mesa ancestral. Esse símbolo presente em nossos Mo Gun, nada tem haver com religião. Mesmo os tratados de estratégia gregos, que deram origem ao pensamento ocidental da guerra, não recomendavam apelo a divindades. Já na estratégia chinesa, diz-se que o estrategista apenas acumula potencial e se lança ao combate apenas deixando ele agir, por isso a guerra não oferece nada de estranho ou incerto e portanto não abre espaço para determinações exteriores a ela como Deus ou destino.
Desta forma, a mesa ancestral tem por uma de suas funções, cultivar a ancestralidade de nosso Sistema como bem disse Si Fu poucos minutos depois...

Si Fu when arrived, paid respects to ancestral table. This symbol present in our  Mo Gun, has nothing to do with religion. Even the Greeks strategycal Trades, which gave rise to the Western thought of the war, did not recommend appeal to deities. The Chinese strategy, said that the strategist just accumulates potential and throws himself into the fight just letting it take action, so the war does not offer anything strange or uncertain and therefore has no place for outside determinations as God or fate.
Thus, one of the ancestral table  functions,is to cultivate  the ancestry of our  system as well as Si Fu said a few minutes later ...


Si Fu bateu um papo com os presentes com "Mo Gun" como tema. Mas ao invés de ir no específico, Si Fu falou sobre símbolos. A importância que o ser humano dá a Símbolos e fez uma ligação muito curiosa desde a bandeira do Brasil, até os símbolos presentes no Mo Gun que segundo eles são infinitos, pois tudo tem o potencial de se tornar um símbolo.

Si Fu chatted with those present with "Mo Gun" as a  theme. But instead of going in specific, Si Fu talked about symbols. The importance that the human being gives to Symbols and made ​​a very curious connection from the flag of Brazil, to the symbols present in Mo Gun which he says that are endless because everything has the potential to become a symbol.
Para muitos como Gustavo, Leandro e Jessica, foi uma primeira oportunidade de estar com Si Fu. Para outros como Luiz e Fabiano, foi um novo momento para aumentar esta aproximação que Si Fu fez questão de afirmar.

For many like Gustavo, Leandro and Jessica, was a first opportunity to be with Si Fu. For others like Luiz and Fabiano was a new moment to enlarge their approach with him
 (Foto do momento quando Si Fu recebe seu Jiu Paai das mãos de Si Gung e Si Taai)
(Photo of the moment when Si gung and Si Taai gave the Jiu Paai to Si Fu)

Si Fu recebeu seu Jiu Paai em 2003. O Jiu Paai é uma placa de anúncio. No caso do Jiu Paai de Si Fu que vemos na foto, está escrito "Moy Yat Ving Tsun" com a caligrafia de Si Taai Gung Moy Yat.
E Si Fu ontem frisou a importância, de que o símbolo do Jiu Paai está em você recebê-lo legitimamente de alguém. Porque qualquer um pode fazer ou pedir que se faça um Jiu Paai.

Si Fu received his Jiu paai in 2003. The Jiu Paai is an advertising board. In the case of Si Fu's Jiu paai we see in the photo is written "Moy Yat Ving Tsun" with handwriting by Si Taai Gung Moy Yat.
And Si Fu yesterday talked about the importance of the symbol is in Jiu paai is when you receive it from someone legitimately. Because anyone can do or ask someone to make a Jiu paai.


Após puxarmos a cordinha o Jiu Paai que anúnciava "Família Moy Jo Lei Ou" estava aberto no Méier. Si Fu havia falado sobre esse Jiu Paai e sua história. Ele foi feito pelo irmão Kung Fu William Franco que reside em Luanda e agora está disposto no Méier indicando que é um local que abriga a
 Família Moy Jo Lei Ou.
Engraçado que no momento em que abracei Si Fu, ele disse "Parabéns". Eu demorei a dizer "Obrigado" porque uma música me veio a cabeça, "Something So Strong" do Jim Capaldi, que eu ouvia muito quando ia de ônibus dar as sessões do Lucas e do Raphael naquela época. A letra dessa música com certeza tem muito haver com cada conquista do Núcleo Méier, e acredito que enquanto houver coração envolvido em cada processo, sempre terá!

After we pull the strings,the Jiu paai announcing "Moy Jo Lei Ou Family" was opened in Meier. 
Si Fu had spoken about this Jiu Paai and its history. It was made by the Kung Fu Brother William Franco who lives in Luanda(Angola) and is displayed in Meier now indicating that it is a place which houses the  Moy Jo Lei Ou Family. Funny that when I hug Si Fu, he said "Congratulations". It took me some time to say "Thank you" because a song came to my head, "Something So Strong" by Jim Capaldi, I listened to it a lot when I went by bus to the sessions of Lucas and Raphael at that time. The lyrics of this song surely has much to do with each achievement of MYVT Meier Branch, and believe that as long as a heart is involved in each moment, will always have!

THE DISCIPLE OF MASTER JULIO CAMACHO
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@Gmail.com

No comments:

Post a Comment