ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Friday, October 25, 2013

MEUS 14 ANOS DE VING TSUN (MY 14 YEARS OF VING TSUN!)

(Si Fu , durante visita a Filadélfia. Posa próximo a lendária estátua do ROCKY)
(Si Fu during one of his visits to Philly, stands beside the legendary ROCKY statue)

No ano da serpente, não é de bom tom fazer grandes comemorações. Somado a isso, o número "14" em chinês, é um dos piores possíveis. Isso porque os ideogramas chineses, apesar de serem diferenciados, possuem muitas vezes a mesma pronúncia ou pronúncias parecidas. No caso de quatorze(usando o mandarim como exemplo). O número "Um" (Yi 一) e o "quatro" (Si 四). Tem o mesmo som de "desejar a morte"(yìsǐ意死) ou de "enforcar alguém"(yìsǐ缢死). Observe que apenas os ideogramas diferem entre si em alguns dos casos...

In the year of the snake, it is not good to make big celebrations. In addition to this, the number "14" in Chinese, is one of the worst possible. That's because the Chinese characters, despite being different, often have the same pronunciation or  similarcpronunciations. Like in "fourteen" (using Mandarin as example). The number "one" (一 Yi) and the "four" (四 Si). Has the same sound as "wish the death" (yìsǐ 意 死) or "hang someone" (yìsǐ 缢 死). Note that only the ideograms differ in some cases ...
(Si Fu faz demonstração com Daai Si Hing Leo Reis durante café da manhã no Mo Gun em 2009)
(Si Fu with the Daai Si Hing of our Family, Mr Leo Reis, during a breakfast at Mo Gun in 2009)

Mas mesmo com tanta coisa contra, gostaria sim, de celebrar os 14 anos que conheci Si Fu.
"Si Fu" é um termo engraçado. No mundo todo, é apenas no nosso idioma que ele pode ser levado na brincadeira... Mas com todos esses anos, eu reparei que com tanto sentimento que você coloca quando diz esse termo, passa a ser algo extremamente normal... E é algo tão forte, que mesmo as pessoas mais próximas a você, passarão a achar normal também...

But even with so much against it, I would rather to celebrate the 14 years I've known Si Fu.
" Si Fu" is a funny term. Worldwide, it is only in brazilian-portuguese that it can be taken as a funny word ... But with all these years, I noticed that with so much feeling that one puts  when says that word, becomes something very ordinary ... And it's so strong, that even the people closest to you will find normal too ...
(Si Fu e Vladimir Anchieta. O terceiro discípulo de Si Fu!)
(Si Fu and Vladimir Anchieta. The third disciple of Si Fu)

"Si Fu" reune dois ideogramas: "Mestre"(師) e "Pai"(父). Mas traduzir assim, não faz sentido.
"Si Fu" , é "Si Fu". Não há jeito que se possa traduzir o que envolve esse termo para o português. E não estou me referindo a sentimento, e sim a gramática.
Mas já que falamos em sentimento, existe também "Si Fu"(師傅), onde o "Fu"(傅) não é de pai, e sim de "tutor", "técnico" ou algo que o valha...

"Si Fu" brings together two ideograms: "Master" (師) and "Father" (父). But translating thus makes no sense.
"Si Fu" is "Si Fu". There is no way that you can translate what that word involves in western languages. And I am not referring to sentiment, but the grammar.
But since we speak of feelings, there is also "Si Fu" (師傅), where the "Fu" (傅) is not the father, but the "tutor", "coach" or something of that sort ...
(A querida Xenia D'avila. Sempre cheia de energia, posa com Si Fu em sua residência no ano de 2006)
(The dear Xenia D'avila. Always with great energy, stands by Si Fu´s side at her former house in 2006)

Mas o meu Si Fu, leva "Fu"(父) de "pai" em sua construção. Sempre que penso no Si Fu, me vem a cabeça a introdução de seu livro "Tao do Surf", quando ele mesmo escreve que: "...Queria falar da relação mestre e discípulo, mas não aquela do filme..." 
Pois é exatamente assim que me sinto. Hoje, muitos de meus amigos entendem minha dedicação a essa pessoa. Outros não entendem...As vezes eu mesmo acho que entendo, e outras vezes não...Mas estou lá.

But my Si Fu takes "Fu" (父) "father" in its construction. Whenever I think of Si Fu, comes to mind the introduction of his book "Tao of Surf" when he writes that: "... I wanted to talk about the master and disciple relationship, but not that from the movie ..."
This is exactly how I feel. Today, many of my friends understand my dedication to this person. Others do not understand ... Sometimes I even think I understand, and sometimes not ... But I'm there with him.
(Poucos tiveram a sorte que tive, de conviver com Paula Gama por tantos anos. Outra discípula de Si Fu)
(Just a few persons had the lucky to spend time with Paula for so many years Like I did. She´s another disciple of Si Fu)

Eu digo isso, porque por muitas vezes, achei que eu só perdia na vida. As vezes com um espaço de tempo longo, outras vezes menor. E sempre me pego, pensando em como teria sido minha vida, se tivesse tomado esse ou aquele caminho.Como quando vejo alguma foto da época de escola, de alguns do meus amigos que deixei pra trás no meu antigo bairro. Mas nessas horas lembro do Si fu. Lembro de tudo que vivemos juntos, e é como se eu tivesse uma carta na manga, uma coisa muito especial que ninguém em nenhuma daquelas fotos tem: A relação que eu tenho com ele.

I say this because many times, I found that I just lost in life. Sometimes with a space of time, sometimes less. And always find myself thinking about how my life would have been if I had taken this or that way . Like when I see some picture of the school time, from some of my friends on facebook, that I left behind in my old neighborhood. But in these times I remember of Si fu. I remember everything we live together, and it is as if I had a special card in my sleeve, something very special that no one in any of those pictures has: The relationship I have with him.
(Thiago Silva , mais um discípulo,pratica com Si Fu na varanda de sua antiga residência.)
(Thiago Silva, another disciple of Si Fu, pracices with him at his former house)

Existe um envelope vermelho que colocamos dinheiro dentro representando a nossa energia  e entregamos para pessoas em forma de agradecimento, em ocasiões especiais, em datas festivas ou cerimoniais . O "Hung Bao" (envelope vermelho) pode ser entregue com ou sem "Lai Si"(利市).
"Lai Si"(利市) pode significar "trocar boa sorte", mas "Lai Si" também pode ser a entrega mais formal do Hung Bao. Como numa Cerimônia por exemplo.
Mas uma vez, Si Fu disse para mim, algo que Si Taai Gung Moy Yat, com quem ele esteve em várias ocasiões, disse: "... Não importa quantos Hung Bao você entregue ao seu Si Fu, você nunca vai conseguir pagar o que ele faz por você..."

There is a red envelope to put money inside representing our energy and whe give it to people to thanks for something, for special occasions, on celebrations or ceremonial occasions. The "Hung Bao" (red envelope) can be delivered with or without "Lai Si" (利市).
"Lai Si" (利市) can mean "Exchange good luck," but "Lai Si" can also be delivering red package in a more formal way. As a in a ceremony for example.
But once, Si Fu said to me, something that Si  Taai Gung Moy Yat, with whom he was on several occasions, said: "... No matter how many Hung Bao you will give to your  Si Fu, you will never be able to pay him what he does for you ... "
(Carlos Antunes, é um discípulo de Si Fu que sempre o faz rir com histórias não só engraçadas, mas principalmente com seu jeito único de contá-las)
(Carlos Antunes, is a disciple of Si Fu, that always makes him laugh with his funny stories. But not just that! His way to tell that is the best part!)

Si Gung tem falado muito em seus vídeos, que o Kung Fu é um investimento paciente. Eu concordo. O Kung Fu não faz mágica, mas com certeza ele muda você. Mas para chegar lá, e continuar chegando, já que é pra sempre, seu Si Fu vai sofrer muito com você. Mas também haverão bons momentos.
Eu já vi muitos laços serem estreitados com Si Fu através de bons momentos, mas comigo, sempre nos aproximamos nos momentos mais difíceis até então...
Nunca me esquecerei quando numa noite de Terça em 2002, por problemas de saúde liguei pro Si Fu que estava no Mo Gun. Dentre tudo que estava acontecendo naquele momento, lembro de que quando estava de frente pra ele, ele me perguntou: "...Mas Thiago, porque você resolveu me ligar?"  Lembro bem dessa pergunta, mas não lembro da minha resposta. Mas posso chamar aquela decisão de sorte, pois a partir dali tudo foi se construindo...

Si Gung has spoken much on his videos, that Kung Fu is a patient investment. I agree. Kung Fu is not magic, but surely it changes you. But to get there, and keep coming, as it is forever, your Si Fu will suffer a lot with you. But there will also be fun moments.
I've seen many relations with Si Fu starting through good times, but for me, we always approach in the most difficult times  ...
I will never forget when on  a Tuesday night in 2002 because of health problems I called Si Fu who was at Mo Gun. Among all that was happening at that moment, I remember that when I was facing him, he asked me: "... But Thiagowhy  you decided to call me?" I remember well that question, but I do not remember my answer. But I call that decision "Lucky" because from there everything has been built ...
(William Franco, o discípulo de além-mar de Si Fu. William mora em Angola.)
(William Franco, the overseas disciple ! William lives in Angola!)

Mas também tivemos bons momentos...Muitos na verdade. Pois até 2003 , Si Fu estava sempre usando o uniforme preto da Moy Yat Ving Tsun. Camisa preta, calça preta, e até sapatilha da MYVT! Quando um certo dia em Agosto de 2003, ele me chamou para tomar café a tarde em sua casa, lá estava ele de uniforme, mesmo dentro de casa quando abriu a porta pra mim. E eu pensei: "Cara, o guarda-roupa do Si Fu deve ser igual da Mônica da Turma da Mônica que só tem um monte de vestido vermelho! O dele deve ter só uniformes pretos nos cabides!" ... Mas obviamente guardei isso pra mim..rs

But we also had good times ... Many actually. Because until 2003, Si Fu was always wearing the black uniform of the Moy Yat Ving Tsun. Black shirt, black pants, and even sneakers from MYVT ! When a certain day in August 2003, he called me for a coffee in the afternoon at his home, and there he was in uniform, even at his home when he opened the door for me. And I thought, "Man, the wardrobe Si Fu must like some cartoon character! It should have only black uniforms on hangers!" ... But of course I kept it for me .. hehe
(Claudio Pamplona, um viajante do mundo, é um discípulo que reside em outro estado)
(Cláudio Pamplona, a worldwide traveler, is a disciple who lives in another state of our country)

Si Fu me conheceu com 15 anos. Um adolescente chato toda vida... Eu estava com um objetivo claro na Família, que era de virar um lutador e ponto final! Por isso, não media esforços pra fazer cara de mau, e não me aproximar muito de ninguém no Mo Gun. Mas certa vez fui pego desprevenido. Si Fu, que sempre aparecia com novidades tecnológicas, foi a primeira pessoa que vi com uma máquina digital. Ele interrompeu o Chi Sau que eu fazia e disse: "...Thiago, encosta na parede..Isso! Fica bem reto! Essa foto é pro cartão internacional!.." - Eu sorri e disse: "É nada!" - Ele bateu a foto comigo rindo e com cara de bobo bem na hora..rs e disse olhando pra tela digital da máquina:"Ficou legal! Saiu rindo! 'Brigado!"
E lá ia minha cara de mau por água abaixo...

Si Fu met me when I was 15 years old. A teenager , and a very boring one ... I was with a clear goal in the Family, which was to turn me into a fighter, period! Therefore, I did my best to keep my evil expression and not to get too close to anyone in Mo Gun. But once I was caught off guard.Si Fu, who always appeared with new technologies, was the first person I saw with a digital camera. He interrupted the Chi Sau tha I was I doing and said: "... Thiago, against the wall .. Yes! Looks good straight! This photo is for the international card! .." - I smiled and said: "You are not serious!" - He took the picture with me laughing and with a face expression like a fool just in time .. hehe and said looking at the digital screen of the camera: "It is great! You were laughing! Thanks!"

And there was my evil expression fading away...
( Si Fu chama sua discipula Aurea Celi de "pequenininha". Áurea tem um estilo de vida em paisagens incríveis, mas independente da mudança de paisagens, uma única coisa permanece a mesma: Sua lealdade com Si Fu)
(The disciple Aurea Celi is called "Little One" by Si Fu. Aurea lives in some real beautiful places, but even changing places every weekend, only one thing remains the same: her loyalty to Si Fu)

Si Fu sempre me surpreendeu por sua capacidade de acreditar nas pessoas. Você podia fazer o que fizesse com ele, mas lá estava ele mais uma vez para te dar um abraço como se nada tivesse acontecido. Pra mim isso foi sempre muito difícil. Não é que eu ficasse com rancor de ninguém, mas foi preciso ouvir de Si Fu a seguinte frase ao nos encaminharmos para o estacionamento do Downtown numa noite de Outubro de 2009: "... Thiago, entende uma coisa. Pra perdoar, você precisa ter uma péssima memória e um grande coração..." - Ficamos em silêncio. E ele me abraçou por cima do ombro enquanto ainda caminhávamos e disse já rindo: "...Sua memória é muito boa cara! Tem que ser mais igual ao seu Si Fu e esquecer tudo..." - Rindo, Si Fu me deu um abraço e nos despedimos.

Si Fu always surprised me by his ability to trust in people. You could do what you did with him, but there he was again to give you a hug as if nothing had happened. For me it was always very difficult. Not that I stay with a grudge against anyone, but I had to listen to Si Fu the following sentence when we were going towards the parking lot of the Downtown Shopping in some October night in 2009 he said: "... Thiago, understand one thing: To forgive someone, you need to have a bad memory and a big heart ... "- We were silent for a moment. And he hugged me over my shoulder while we were still walking and laughing said: "... Your memory is too good man! You Have to be like your Si Fu and forget everything ..." - Laughing, Si Fu gave me a hug and said goodbye.
(Guilherme Farias, é outro discípulo que está crescendo em todos os sentidos, sob a orientação de 
Si Fu)
(Guilherme Farias is another disciple who is growing up under Si Fu´s supervision)

Minha música favorita é a "Crockett´s Theme" que é instrumental. Mas com letra, sem dúvidas é a "Here I Go Again" do Whitesnake. Tem um trecho muito marcante pra mim que diz: "... E eu vou me manter firme até o resto dos meus dias, pois eu sei como é andar sozinho, na solitária rua dos sonhos..."
Eu pelo menos, ainda que gostasse do Jaspion e suas incríveis(ou não) batalhas quando tinha meus 6 anos, não acordei um dia e pensei: "Vou abrir um Mo Gun no Méier!".
Estavamos eu e Si Fu sentados almoçando no antigo Wall Mart da Barra em 2008. Eu estava num momento de vida muito atribulado, e perguntei o que ele acharia se eu me tornasse profisisonal. Ele disse que dava total apoio.
Aquele foi um momento marcante, porque honestamente eu não esperava que ele fosse dizer isso.

My favorite song is "Crockett's Theme" which is instrumental. But my fav song with lyrics, no doubt is  "Here I Go Again" by Whitesnake. It has a very striking part for me that says: "... And I'll hold on for the rest of my days, because I know how it is, to walk alone in the lonely street of dreams ..."
Even for me, that loved the japanese heroes series when I was 6 years old, I did not wake up one day and thought: "I'll open a Mo Gun because I like martial arts".
Si Fu and I were just sitting having lunch in the old Wall Mart of Barra neighborhood in 2008. I was in a very troubled time of life, and asked him what he thought if I decide to work with Ving Tsun professionally. He said he would give full support.
That was a remarkable moment, because honestly I did not expect him to say that.
 (Si Fu com sua discipula Katia Dantas. Sua discipula que é especialista em acupuntura também)
(Si Fu with his disciple Katia Dantas, who is also a specialist in acupunture)


Mas eu realmente pude mais uma vez perceber que ao contrário do que diz a musica citada acima do Whitesnake, a "Rua dos sonhos" não é uma rua "para se caminhar sozinho", ao menos quando se tem um Si Fu. Pois foi quando caminhando no Barra Shopping no dia 20 de Novembro de 2010, num momento mais uma vez, muito difícil, Si Fu disse algo sobre se qualificar como Mestre: " ...Pereira, entende uma coisa: Um Jiu Paai não é feito na hora em que é entregue. Ele começa a ser feito muito antes. Se você não desistir o seu pode estar começando a ser feito justamente agora..."

But I really could once again realize that unlike the musicby Whitesnake, the "the lonely street of dreams" is not a street "to walk alone," at least when you have a Si Fu. Since when I was walking in the Barra Shopping on November 20, 2010, at a time again, very difficult for me,Si Fu said something about qualifying as a Master: "... Pereira, understand one thing: A Jiu Paai is not built at the time it is delivered. It starts to be built long before. If you do not give up now maybe your Jiu Paai is starting to be built right now ... "
(Si Fu e seu discípulo Cristiano Chaves. Um antigo companheiro de prática meu que será pai pela segunda vez em breve.Parabéns!)
(Si Fu and his disciple Cris Chaves. An old trainning partner of mine who will be dad for the second time! Congratulations!)

As pessoas mudam muito, todos os dias. E quando não estamos perto, temos uma imagem congelada daquela pessoa. Uma imagem que só existe dentro de nós. Seja ela boa ou ruim.
Uma relação é viva, pois está sempre mudando, e por isso me orgulho muito de nunca ter me afastado.  Porque eu tenho conseguido ver meu Si Fu em diferentes momentos... Divertidos, difíceis... E como ele lida com isso tudo.

People change a lot, every day. And when we're not around, we have a frozen image of that person. An image that only exists within us. Be it good or bad. A relationship is live thing, because it is always changing, and so I'm very proud of never having me away from the Kung Fu Family. Because I have gotten to see my Si Fu at different times ... Fun moments, hard moments ... And how he handles it all.

(Luciano Freitas, o único discípulo de décima segunda geração da baixada fluminense ao lado se 
Si Fu no Núcleo Méier)
(Luciano Freitas by Si Fu´s side at Moy Yat Ving Tsun School in Meier neighborhood)

Isso pode soar clichê, mas olhando pra trás e vendo esses quatorze anos não como um emaranhado de símbolos de má sorte e apenas como número, vejo como o tempo passa como num piscar de olhos.
Eu vi muitos filmes em VHS de artes marciais na minha juventude, mas nunca conseguiria conceber viver isso que vivo com Si Fu nesses anos. É inimaginável... Eu mesmo me pergunto sempre, como pode alguém cortar relações com seu Si Fu e seguir sozinho... O que se ganha com isso? Se eu mesmo tenho como um dos meus grandes prazeres bater um bom papo com o Si Fu...

This may sound cliche, but looking back and seeing these fourteen years not as a jumble of symbols of bad luck and just as a number,I see how time passes like a flash.
I saw many movies in VHS , the martial arts movies in my youth, but never could conceive live what I live with Si Fu those years. It is unimaginable ... I always ask myself, how can anyone can cut ties with his own Si Fu and go away alone ... What's in it? If I have myself as one of my great pleasures have a good chat with my Si Fu ...
(Tatiana Palumbo no dia de seu Baai Si no ano de 2012 entrega o chá a Si Fu)
(Tatiana Palumbo on her Baai Si´s day. Offers the tea to Si Fu )

É difícil mensurar quantos Hung Bao você teria que dar para seu Si Fu em troca de tudo que ele fez por você ou que ainda fará. Mas se você quer um conselho de alguém que há quatorze anos encontrou um dos grandes... Não, não é pra usar filtro solar... Mas se você puder ter a certeza diariamente, de que se um dos dois morrerem hoje, a relação de vocês estava em dia, esse é um bom começo. E se você conseguir ter esse mesmo sentimento com todas as pessoas que são importantes pra você...Bom, uma pessoa assim  só pode ser um Mestre...

It is difficult to measure how many Hung Bao you would have to give to your Si Fu in exchange for everything he has done for you or still do. But if you want some advice from someone who fourteen years ago  found one special Si Fu ... No, its not about using sunscreen ... But if you can be sure every day, that if one of you die today, your relationship is great , this is a good start. And if you manage to get that same feeling with all the people who are important to you ... Well, such a person I would call a Master ...


A DISCIPLE OF MASTER JULIO CAMACHO
Thiago Pereira, "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com





5 comments:

  1. Faat Lei,
    Fiquei fortemente emocionado.
    Você merece os parabéns que recebe.

    ReplyDelete
  2. Parabéns , obrigado e continue!

    ReplyDelete
  3. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  4. Parabéns Si Hing! Suas histórias e sua dedicação, agregam e ajudam muito no meu entendimento sobre a família Kung Fu.

    ReplyDelete
  5. Parabéns querido, sempre tão especial. Obrigada por estar na sua lembrança, você estará sempre na minha.

    ReplyDelete