ONDE PRATICAR

ONDE PRATICAR
Clique na imagem e conheça os Nucleos da Moy Yat Ving Tsun no Rio

Tuesday, December 4, 2007

Edição Especial: Aniversário de Sitaipo Helen Moy

Este é um post mais do que especial pois se trata de uma data histórica para o Clã Moy Yat Sang: O aniversário de Sitaipo Helen Moy no Brasil.
Uma vez por ano, todo o clã Moy Yat se reune em Nova Iorque para celebrar o aniversário da Lider do Clã, Sra. Helen Moy, porém, pela primeira vez, essa celebração aconteceu no Brasil, a qual contou com a presença de muitos mestres consagrados do Brasil e do exterior, com destaque para os dois Sihing de Sigung Leo Imamura: Mestres Lester Lau(Moy Yee), e Pete Pajil(Moy Bah Hug).
Uma comitiva partiu do Rio de Janeiro para receber a comitiva americana no aeroporto na quarta feira, esta, contava com: Sifu, Felipe Seabra(Moy Si Ba),Felipe Soares(Moy Fei Lap) e Diego Guadelupe(Moy Ga Dai Lap). No sábado, as 5 am, a segunda comitiva partiu do Rio de Janeiro para Atibaia, local do evento principal que era a comemoração do aniversário da Sra. Helen Moy.
Este segundo grupo contava com: Sisok Fernandinha Neves(Moy Fei Na Tat), Sihing Léo Reis(Moy Lei Wong), Thiago Pereira(Moy Fat Lei), Paula Gama(Moy Gam Ma) e Cláudio Pamplona. Não esquecendo que na sexta, o também membro do Nucleo Rio de Janeiro, Juracildo Vidal(Moy Wah Do) e sua companheira partiram do Rio.
A viagem foi muito divertida a bordo do "GUNDAM" da Paula. Tirando o fato de que graças a uma tentativa minha de jogar "Super Mario Bros." em seu Notebook no banco de trás, me fez ficar enjoado..rs
Paramos para tomar um café pingado e uns pães na chapa e seguimos viagem. Algumas horas depois, avistei o lendário Bourboun Hotel, local este onde em 2003 Mestre Julio Camacho recebeu seu Jiu Pai e a outorga para se tornar Sifu.(assim como outros de seus irmãos kung fu). O que queria dizer que já estavamos em Atibaia, e uma pena mesmo, foi este que vos escreve não ter tirado uma fotinha sequer, das inteligentissimas placas de indicação do caminho com a Moy Fah e uma setinha!! ahhh!

(réplica das simpaticas plaquinhas que ficavam em postes e arvores, e serviam de indicação a partir de determinado ponto do trajeto)

Chegando lá, nos deparamos com um lindo local com chalés, pisc
ina, restaurante, etc.. e na sala de palestras, estava para terminar uma, a qual chegamos a tempo de ouvir algumas coisas.
Sentei ao fundo junto com o grupo da nossa caravana, e na mesa principal lá na frente, vi: Sigung,seus Sihing Lester Lau e Pete Pajil, Sr. Michael Wong e a aniversariante e líder do clã, Sra. Helen Moy. Próximos a eles, estavam Sifu e Sisok Marcelo Abreu se revezando na tradução simultanea, e aqui gostaria de abrir um pequeno parentese:
Desde que li "Lester Lau" pela primeira vez na revista KIAI que tem Sitaigung Moy Yat na capa, o nome me chamou a atenção. Não sei explicar muito bem porque, mas quando ele começou a falar nesta palestra prestei bastante atenção e mais uma vez senti uma ligação com ele, essas coisas que não dá pra explicar..
Mas voltando, tiramos uma foto oficial e fomos conhecer nossos chalés e nos preparar para o almoço.
Fiquei no mesmo chalé que o Sihing Léo Reis, ele se chamava Cherokee e era o mais distante da construção principal. No chalé conosco estavam: Paulo(Nucleo Savassi),Gabriel(Nucleo Brasilia) e Jonathan Liu(Núcleo São Paulo).
Almoçamos, e logo depois ocorreu o primeiro treino do dia, o qual mais uma vez, mexeu muito comigo..
Existiam "Sihings" e "Sipaks" de várias partes dos E.U.A. , Brasil e Argentina. E seguindo orientação do Sifu, fui praticar com a galera dos E.U.A. para pegar experiência..
A primeira pessoa com quem pratiquei, foi Teresa, uma americana, que pelo meu nervosismo, não consegui me conectar bem, fazendo com que o Chi Sao fosse "arrastado".
Depois treinei com o Sr. Frank, discipulo de Sipagung Pete. Combinei com ele de treinar Toi Mah, e este me levou como uma folha de papel por toda a sala, sempre com um sorriso no rosto. Não por arrogancia, longe disso, e sim porque era gente boa mesmo. E me disse umas 50 vezes:
"Camon Kid! Use your horse! use your horse!" ("Vamos lá rapa! usa sua base! usa sua base!")
Depois, fui treinar também Chi Sao com Jamal, aluno de Sipagung William Moy, mas foi bem rápido, e por último, treinei com um rapaz do Mogun de Sipagung Pete na Philadelphia, o qual não me recordo o nome, mas que estava no Tang Chi Sao.
Acabei ficando um pouco cabisbaixo por não ter sentido que fui bem, mas houveram momentos
muito especiais, como o Chi Sao que fiz com Sipagung Pete(que me fez de "bola de basquete"..rs) e o Pak Sao que fiz com Sipagung Lester Lau.
Pamplona iniciou o Pak Sao ali mesmo, depois de uma orientação de Sifu dada a mim, e teve a oportunidade de ter como primeira referencia em Pak Sao, Sipagung Lester, que mobiliza um pouco diferente de nós!
Um momento em que pensei: "cara! cadê o Fausi e o Roberto??!!" foi quando Sipagung Pete resolveu fazer uma pequena demosntração informal do quanto conseguiu "ir além" das técnicas do Ving tsun.
Mostrou a mistura de tecnicas como Pak Dar e "pontos de pressão" em Marcelo Simões, mostrou também variações de técnicas simples e mais de "734 maneiras" de como machucar alguém feio..rs Quando treminou com uma representação muito divertida, onde ele seria um segurança de boate e Marcelo Simões um baderneiro;
"-Please Sir, go away!"(Por favor senhor, vá embora!)
A cada vez que Sipagung dizia isso e Marcelo resistia, ele apertava um ponto de pressão. Marcelo continuou indo pra cima, e rapidamente ele pisou na dobra do joelho esquerdo de Marcelo levando-o ao chão, e dizendo:
"-Oh sir ! I´m sorry! but go away please!"(Oh sr. Lamento! Mas vá embora por favor!)
hehehe..
Em oposição aos inumeros desdobramentos que Sipagung Pete demonstrou em poucos minutos, Sipagung Lester na varanda próxima ao local, falava sobre a importancia de treinar o basico com afinco:
-You have to study Tan,Bong and Fuk always.. (você sempre tem que estudar Tan,Bong e Fuk)
Voltei para o quarto e me arrumei para a festa. Antes dela, ainda ajudei Sigung na arrumação das mesas, e após isto, houve um pequeno momento de interação entre os convidados a beira da piscina.
Onde foram servidos cocktails não-alcóolicos e os discipulos receberam um pequeno ramo de flores para colocar na lapela do terno, assim como acontece em Nova Iorque.

Já estavam todos em suas mesas, e finalmente a festa começou, com um emocionante video sobre Sitaipo,Sitaigung Moy Yat,Sigung, e toda esta história que graças a participação de Sitaipo, fez com que hoje pudessemos ter acesso a Moy Yat Ving Tsun no Brasil.

Sigung era o mestre de cerimônias, e contou com a ajuda de Jonathan Liu, para a tradução simultanea. Muitas homenagens se seguiram, onde o video do Nucleo Rio de Janeiro sobre o ano de 2007 entitulado: "One year in three minutes"(Um ano em três minutos) produzidos por Thiago Pereira e Felipe Soares a quatro mãos também foi exibido.

As palavras dos convidados a Sitaipo, e as palavras da própria foram extremamente emocionantes para os presentes.
Nesses momentos eu sempre olho pros lados e penso: "Cara, que engraçado, tantas pessoas reunidas de várias partes do mundo, que em nenhuma outra hipotese teriam qualquer tipo de relação, para o aniversário de uma senhora que poderia estar simplesmente descansando em sua casa que fica a 15 horas de avião daqui". E é sempre depois de pensar coisas desse tipo, que me sinto honrado de fazer parte desta história, desta arte marcial chamada Ving tsun que tem tanto poder invisivel de transformar tantas pessoas.. mas essa é outra história..

Ao final da festa, Sipagung Pete e seu carisma contagiante, reuniu um grande numero de pessoas ao seu redor, o que fez com que ele nos convidasse a assistir um video produzido em seu Mogun, sobre sua fantastica trajetoria dentro do sistema. Nos reunimos na sala de video e tivemos a oportunidade de ver Sipagung Pete ainda muito novo e muito magro, a frente de um Mogun com caras com quase 30 cm mais altos que ele(!!) . Ao final da projeção, Sipagung ainda deu uma pequena palestra.
(eu pela segunda vez numa foto ao lado do lendário Mestre Pete Pajil)

Enquanto isso, Diego Guadelupe(Moy Ga Dai Lap) e outras pessoas organizavam o salão para as cerimonias do dia seguinte.
Nesta noite, eu havia observado que Sipagung Lester por vezes se encontrava sozinho, principalmente na parte perto da piscina , antes da festa em si começar, e me vi empelido a me aproximar.Porém, nada me vinha a cabeça para iniciar uma conversa, e naquela noite fui dormir com um sentimento de que deixei de fazer algo que deveria, mas que no dia seguinte, não deixaria que acontecesse..
Na manhã de Domingo, fui caminhando com Sihing Leo Reis para o café, era o dia da cerimônia de BIU JI certification. Eu não estava muito nervoso, mas foi uma cerimonia muito interessante, pois Sigung só explicou o mecanismo dela, na hora em que se iniciou..
Tivemos antes a cerimonia de BAAI SI, e logo depois a de Biu Ji certification, eram 18 pessoas ao todo para pegar o certificado. A arrumação era a tradicional, o publico e praticantes sentados em suas cadeiras, só que a frente daqueles que executavam a forma, estavam: Sigung,Sipagung Lester,Sitaipo e Sipagung Pete. Além de um imponente auto-retrato feito por Sitaigung Moy yat, com seu busto que parecia ter o olhar voltado para quem estivesse lá na frente.
As 18 pessoas foram em 6 grupos de três executar o Biu Ji, eu fiquei no ultimo grupo ja que era por ordem alfabetica. Acabei me sentindo aliviado por não me chamar Alan ou Anderson..rs
Sentado ali esperando minha vez, lembrei que em 2005, no inicio do ano, nas sessões da Paula(Moy Gam Ma) e sua filha Ana de Biu Ji, Sifu sempre me pedia para faze-lo uma vez. Ao terminar, ele dizia: "este não é o Biu Ji de fato do Pereira, ele fez bem abaixo para demonstrar"
E eu pensava: "bem abaixo?Eu fiz sério!" ..rs
E em vários outros dias ele dizia: "este ainda não é o Biu Ji do Pereira"
E ali, prestes a executar o Biu Ji, eu pensei:
"cara, não faço idéia do que seja o 'Biu Ji do Pereira' , mas se ele existe essa é a hora!"
Lembrei então, que no dia anterior, minhas sapatilhas patinavam sem parar por estarem muito gastas e o chão ser demasiado liso, e que se eu fizesse com muita energia, ia "sambar" fatalmente! Mas decidi que era melhor cair fazendo pra valer do que "jogar seguro" num momento como aquele.
E lá estava eu, tentando fazer o melhor que podia, com Sifu ao meu lado esquerdo encostado na parede, e o ar me faltando. Dei uma "sambada-marota" na hora do Gam Sao e Fuk Sao, mas recuperei e segui em frente. Não sei se fui bem ou mal, mas naquele momento, aquele era o "Biu Ji do Pereira" e nada mais poderia ser feito.
Recebi depois o certificado das mãos da própria Sitaipo, e emocionado retornei ao meu lugar...





(um dos momentos mais marcantes como praticante:das mãos de sitaipo,recebendo o Biu Ji Certification)

Após o almoço, estavamos eu, Sihing Leo e Pamplona quando Sifu nos convidou a sentar na mesa com ele, Sipak Nataniel,Sipak Anderson Maia,Sipagung Pete e Sipagung Lester:
"-Pereira senta aqui pra ouvir as histórias. Chamas eles! vai lá!"

Puxei umas cadeiras, deixei a maquina em mãos, e lá estavamos nós, ouvindo boas historias de Sipagung Pete:

"Um dia, um cara de outro estilo chegou para o Sifu(Moy Yat) e disse: Olha o que eu consigo fazer: E POW! com a dobra do dedo indicador, ele quebrou a xicara de chá. Você consegue fazer isso? - perguntou ele ao sifu(Moy yat). Ele antes da resposta, pegou um pires de arroz e quebrou também! E eu no lugar de meu Sifu(Moy Yat) , peguei um pires de arroz, e fui fazer o mesmo. Nunca havia quebrado nada em minha vida, mas parecia que todo o planeta dependia de mim naquele momento! e BANG! quebrei também! (risos) meu dedo doeu como o inferno!(risos) mas não demosntrei no rosto a dor(risos da mesa toda)"

Momentos depois Sipagung Pete levantou e disse:
-I dont care about you guys, but I´m going to the pool.(risos)

E lá foi ele para a piscina.
Quando saí do restaurante, lá estava Sipagung Lester debruçado na cerquinha da varanda da recepção, pois havia saído da mesa antes de todos. E estava sozinho mais uma vez.. Porém, olhei pro sihing Léo e disse: "vou lá!"
Chegamos perto, com mais a preseça do Pamplona, e dessa vez para nossa supresa o papo fluiu de tal forma que nem eu acreditava. Ele pareceu gostar também, e surpreendentemente, puxou uma lista com o nome de todos os participantes onde alguns estavam sublinhados, e perguntou meu nome, do sihing e do pamplona. Ao lado de nossos nomes depois de grifá-los, botou um pequeno desenho de uma carinha sorrindo e disse:

"I dont take any student, but you can stay with my e-mail , and when you want, send me a video of you making some form ou moves. so I´ll write for you what you can do to get better"
(Eu não aceito nenhum estudante,mas vocês podem ficar com meu e-mail, e quando quiserem, me mandem um video de vocês fazendo alguma forma ou movimento. Então, eu escreverei o que vocês podem fazer para melhorar)

nem acreditei!

Peguei o e-mail do Sipagung e logo depois chegou a praticante da Argentina, Mirta. Ela não falava muito bem inglês, e pediu que traduzissemos pro Sipagung o que ela dizia, mas como seu espanhol era muito espanhol mesmo! Eu traduzia uma coisa e ela queria dizer outra! Numa das partes mais engraçadas aconteceu o seguinte:

Mirta: -Diga a ele que eu fui professora de Tai Chi mas que agora estou num momento de abertura,de me abrir para as coisas.Fiz Tai Chi Por 20 anos, hoje sou terapeuta corporal e não pratico mais.
Pereira-Ela disse que ja praticou Tai Chi.
Sipagung: - Não ! Não! vocês não podem fazer Tai Chi! vocês são muito jovens!!
Pereira: - Não! Não! ela não faz mais!E eu nem gosto!
Sipagung: - Tai Chi não é para vocês!São muito jovens!
Pereira: -................. -_- '
Mirta: - O que ello dice?
rsrs
Foi muito divertido!E finalmente eu havia conseguido conversar naturalmente com Sipagung Lester!

Depois fui com o Sihing e Pamplona para a piscina!
Ficamos lá na piscina: Eu, Sihing Leo, Sisok Marcelo Abreu, Felipe Soares, Nanda Soares,Diego,Sipagung Pete e Pamplona. Além de outros praticantes do exterior. Comecei a fazer Chi Sao com Sihing Leo Reis e Sipagung Pete riu quando eu disse que lançaria uma série de DVD´s "CHI SAO UNDER WATER"(chi sao debaixo d'agua). rs Logo em seguida, com a ajuda de Diego(Moy Ga dai Lap). Sipagung começou a dar uma excelente explicação sobre: Tan Sao,Quan Sao,Pow Jong,Jut Dar, e Pak Dar dentro d'agua.. e depois de encerrado, fui me trocar para ir embora..

A hora da partida já foi muito nostalgica, e me despedi de todos. E ainda tiramos uma foto com Sipagung Pete e dois praticantes de Nova Iorque no estacionamento.

Na volta, o grupo dentro do Gundam aumentou: Paula, Diego, Sihing Leo,eu e Nanda, iriamos retornar juntos. Mas não sem antes errarmos o caminho e passarmos por dentro de uma favela!!! Depois, uma hora depois!rs retornamos a esquina da rua do evento! Mal tinhamos saido do lugar!rs
Pamplona achou o caminho, mas antes de se despedir rumo a São José, foi parado pela Policia Rodoviaria, nada de grave. E depois, seguindo sozinhos, ja que Pamplona foi pra casa, fomos parar em Campos do Jordão e só as 2:36 am , tendo saído de Atibaia as 17 :00 pm chegamos ao Rio!!

Uma viagem e tanto! E porque não inesquecivel?

NOTA:
*Mobile Suit Gundam: é uma série japonesa de 79,com robôs(mechas) gigantes onde o principal é branco. Eles são robôs mas viram naves também e são chamados de Gundams.

Aniversário da Líder do Clã Moy Yat,Sra. Helen Moy e evento internacional de integração. Momentos....

(a jornada é árdua e o caminho é longo, mas aos pouquinhos vamos conseguindo seguir em frente)
(ao lado de Sipagung Lester Lau momentos antes da celebração)

(com Sihing Léo Reis e alguns praticantes de Nova Iorque: "Representing New York Yo!"(jamal)..rs)

(Sitaipo atenta a tradução de Sisok Felipe,sobre a leitura de seu mapa astrológico feito por Paula Gama)

("...Essa familia é muito unida! e também muito ouriçada!...")
(Sipagung Pete treinando com Paula Gama no Sábado, observados por Domenico e Sisok Fabio)

(Sihing Léo, Sisok Felipe Soares e Sisok Diego Guadelupe prontos pra festa!)
(Gam Ma e Fat Lei)
(numa das mesas principais: Sipak Anderson, Sifu e Sisok Fabio Gomes)
(homenagens mereceidas a Lider do Clã Moy Yat, Sra. Helen Moy)

(café-da-manhã internacional: Sisok Ernesto(arg),Fat Lei,Fei Na Tat,Gam Ma e Teresa(E.U.A))

(uma dupla de respeito: Sihing Léo Reis e Sipak Nataniel Rosa)
(com Sipagung Pete as histórias ganham realismo!rs)
(Claudio Pamplona ao lado de seu Sifu)
(Talvez a consulta mais importante da vida de Paula Gama)
(NOTA MENTAL: estudar espanhol. NOTA MENTAL 2: Não quero praticar Tai Chi!rs)
(Depois de dois dias como esses, sorrisos para esconder as saudades!)



5 comments:

  1. Ainda nem terminei de ler, mas já preciso fazer um comentário... estou aqui rachando o bico de rir!!!! "Camon kid!" = "Vamo lá rapá!"???!!!!
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA MUITO BOOOMMMMMM!!!!!! HUAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!
    Bom, vou parar de rir, terminar de ler e fazer um comentário sobre tudo hehehe...
    Bjo!

    ReplyDelete
  2. Bom, agora acabei, hehehe...
    Muito bom, Sihing, e, como sempre q vc escreve, me transportei pra lá e "participei" das coisas q vc narrou. Vc tem um estilo especial, faz a gente morrer de tanto gargalhar algumas horas, e ficar emocionado em outras!
    Dps dou os parabéns ao vivo pelo Biu Ji Certfication.
    Mil beijos.

    ReplyDelete
  3. CERTIFICATION ¬¬
    Mas TINHA q sair alguma palavra errada hehehe ¬¬

    ReplyDelete
  4. Querido, sua generosidade em descrever tantos detalhes do evento me proporcionaram bons momentos onde me senti pertinho da nossa querida familia Kung fu. Adorei poder viver esse encontro através do seu sentir.
    muito, muito, muito obrigada e parabéns pelo Biu Je Certification
    beijos
    Pei Gon Lok

    ReplyDelete
  5. Parabens Pereira, pela agilidade em publicar belas fotos e bons textos! Seu Sibak, Moy On Da San

    ReplyDelete